Novo ataque permite controlar assistentes virtuais usando frequências ultrassônicas

Por Wellington Botelho

Um novo ataque, criado por cibercrimosos, permite controlar assistentes virtuais usando frequências ultrassônicas.

Como revelado pela ESET, pesquisadores demonstraram que frequências ultrassônicas inaudíveis para seres humanos podem ser usadas para controlar assistentes virtuais como Google Assistente ou Siri.

O ataque permite ativar no telefone de uma vítima e solicitar ações como: realizar ligações, solicitar a captura de selfies e até mesmo ler mensagens SMS em voz alta ou qualquer outra atividade que permita a execução do assistente.

Como o pesquisadores explicaram, a equipe testou 17 modelos de dispositivos móveis diferentes (iPhone, Samsung e Motorola) e todos foram suscetíveis a ataques de ultrassom, exceto dois.

“Embora o SurfingAttack seja um tipo muito improvável de ataque, essas descobertas não deixam de ser relevantes, pois muitas vezes o vínculo entre o físico e o cibernético é pouco explorado do ponto de vista da segurança”, explicou o site.

Com informações da ESET

LEIA TAMBÉM: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo