Surto de coronavírus: viajar é seguro?

Por Nathalia Marques

Férias, trabalho, lazer, visitar amigos ou familiares. Viajar é algo comum no cotidiano de algumas pessoas. No entanto, com o registro de coronavírus em alguns países, incluindo o Brasil, a questão que fica para muitos é: viajar é seguro?

“Para quem está saudável, sim. Mas é preciso alguns cuidados extras”, diz o secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz. Diante disso, a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo respondeu algumas dúvidas sobre o assunto. Confira!

Qual é a orientação do Estado de SP para quem tem viagem marcada aos países com registro de coronavírus?

Secretaria de Turismo: Devem ser feitas apenas em casos de extrema necessidade. A recomendação vale até que o quadro esteja bem definido. O Ministério da Saúde atualiza o cenário neste link.

Há medidas de restrição a pessoas com sintomas de coronavírus vindas de outros países para SP?

Secretaria de Turismo: Até o momento, o governo federal não definiu medidas nesse sentido. Qualquer decisão envolvendo fluxo internacional depende das autoridades federais.

Quais as medidas adotadas com pessoas que chegam em portos e aeroportos de SP vindas de países com registro de coronavírus?

Secretaria de Turismo: Pessoas com sintomas são abordadas antes do desembarque pela Anvisa, que aciona o serviço médico e a vigilância para que a equipe avalie o paciente ainda a bordo. Os aeroportos estão veiculando mensagens em mandarim, inglês e português com orientações.

Loading...
Revisa el siguiente artículo