Glossário astrológico: O significado dos planetas transpessoais no seu mapa astral

Por Metro Jornal

Sol, ascendente, lua… Por mais leigo que se possa ser em Astrologia, é fácil decorar esses pontos sobre si mesmo – e de pessoas próximas – o que acaba servindo até de quebra-gelo em conversas informais.

No entanto, outros aspectos planetários, que por vezes nem sabemos que existem, são instrumentos bem importantes para nosso autoconhecimento.

mapa astral Divulgação

Os planetas transpessoais, que costumam ser elencados lá embaixo no mapa astral, são peças fundamentais para entender dificuldades e valorizar virtudes como indivíduo, além de destacar o papel em sociedade.

Abaixo, a astróloga, jornalista e psicanalista Bianca Ballesteros, que atua na linha da Astrologia Cármica, explica o significado dos planetas transpessoais no mapa astral:

Urano: Simboliza as revoluções e mudanças repentinas, que nascem do inconformismo com a realidade.  Move-se lentamente e permanece aproximadamente sete anos em cada signo do zodíaco e, por isso, também influencia gerações.

Netuno: Outro planeta geracional, fica cerca de 14 anos em cada signo. Individualmente, representa os mais profundos desejos.

Plutão: O mais vagaroso dos planetas, demora 248 anos para dar uma volta completa em todo o zodíaco. Simboliza crises e conflitos e assuntos complicados de serem resolvidos.

Quíron: O curador ferido. Representa nossas fragilidades, que precisam ser curadas.

Lilith ou a Lua Negra: fala de mágoas e ressentimentos a serem trabalhados, o quê e quem devemos perdoar (ainda que seja a nós mesmos!).

Roda da Fortuna: Envolve saúde, habilidades e relacionamentos interpessoais e se ligam aos ciclos da vida.

Nodo Norte (Ou cabeça do dragão): Nossa missão de vida (temos muitas, quem dera fosse apenas uma)

Nodo Sul: O que viemos aprender, qual o nosso propósito.

Sobre Astrologia Cármica

Baseada na Astrologia tradicional,  de acordo com o calendário Gregoriano,  usa, portanto, dados de nascimento (Hora, dia, mês e ano, cidade onde nasceu) para calcular seus mapas astrais.

“Dá ênfase a alguns planetinhas subestimados por alguns astrólogos, como se não fossem de suma importância de serem analisados, assim como Júpiter ou Mercúrio!”, conta Bianca.

Quer se aprofundar no assunto ou até mesmo trabalhar com Astrologia?

A astróloga Bianca Ballesteros vai ministrar um Curso de Astrologia no Espaço Pluri, em São Paulo, no mês de março. As aulas são divididas em três módulos (básico, intermediário e avançado), com 12 horas de duração cada um.

Bianca Ballesteros A astróloga Bianca Ballesteros / Divulgação

SERVIÇO:

Onde: Espaço Pluri – Rua Luisiânia, 260 – Brooklin – São Paulo

Quando: sábado (7/3), das 9h às 17h, e domingo (8/3), das 9h às 13h.

Informações e inscrições: (11) 5531-3812 / (11) 99173-3637 (WhatsApp) ou (11) 99951-6347 (com Bianca)

Clique aqui para se inscrever

Loading...
Revisa el siguiente artículo