HPV: contágio e sintomas do vírus do papiloma humano nas mulheres

Por Metro Jornal

O vírus do papiloma humano, ou HPV, é uma das infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) mais comuns no mundo. Pesquisas afirmam que cerca de 80% das mulheres têm pelo menos um tipo de HPV em algum momento da vida.

 

A transmissão do HPV

Estas são as maneiras mais comuns de espalhar o HPV:

  • Sexo oral, anal ou vaginal: o vírus pode ser transmitido mesmo se não houver sintomas.
  • Toques genitais: o HPV também pode ser transmitido entre mulheres que fazem sexo com mulheres.
  • Parto: no nascimento, da mãe para o bebê.

 

Os sintomas do HPV

Um dos sintomas mais visíveis são as verrugas genitais, que aparecem como uma pequena protuberância ou um grupo de protuberâncias na área genital.

Porém, a maioria das pessoas com HPV não apresenta sintomas. Essa é uma das razões pelas quais as mulheres precisam fazer exames periódicos de papanicolau, os quais podem encontrar alterações no colo do útero causadas pelo vírus.

Os especialistas recomendam o primeiro teste aos 21 anos. Se você tem entre 30 e 65 anos, o médico também pode fazer um teste de HPV com o exame de papanicolau a cada cinco anos. Ele detecta a maioria dos tipos de vírus.

 

As complicações do HPV

Se não for tratado a tempo, o HPV pode levar a complicações de saúde, como:

  • Câncer cervical.
  • Outros tipos de câncer genital, como câncer de ânus, pênis, vulva ou vagina.
  • Câncer orofaríngeo, um câncer na parte posterior da garganta, incluindo as amígdalas e a base da língua.
  • Papilomatose respiratória recorrente, uma condição rara que causa o crescimento de verrugas no trato respiratório.

 

Leia também

Fonte: Nueva Mujer

Loading...
Revisa el siguiente artículo