App quer garantir traição 'mais segura' para mulheres casadas

Por Juliana Santos

Que aplicativos de relacionamento podem ser usados para manter casos extraconjugais, todos já sabem: pesquisa da GlobalWebIndex indica que 30% dos homens que utilizam o popular app Tinder são casados. Mas não precisa nem pesquisar: é só passar um tempinho online que já se encontram rapazes de rostos cobertos ou sem foto de perfil, pedindo "sigilo" às possíveis amantes.

No entanto, uma nova ferramenta quer facilitar esta prática para mais um público: as mulheres casadas.

O Eveeda, que tem como garota-propaganda a apresentadora Penelope Nova, tem como público alvo moças comprometidas que queiram trair seus parceiros. O serviço promete discrição, e pode ser acessado por desktop ou pelo celular.

Em nota, a embaixadora do app afirma que deseja proporcionar "igualdade" com os homens "em todos os aspectos, principalmente no sexo". O Eveeda é gratuito para usuárias do sexo feminino, mas custa a partir de R$ 150 mensais para homens.

No site, são recrutadas mulheres que "não querem terminar seu casamento, mas também não querem manter celibato pelo resto de suas vidas". As potenciais clientes seriam aquelas que "desejam carinho, atenção, e alguém que possa olhá-las nos olhos e fazê-las se sentirem sexy novamente".

O Eveeda também possibilita à usuária decidir ter casos extraconjugais apenas com quem "esteja na mesma situação" – ou seja, um homem ou mulher que também esteja casado.

Além do Brasil, o app está disponível no Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Espanha, Argentina, Chile e México.

Loading...
Revisa el siguiente artículo