Terapeutas de casal compartilham dicas sobre como superar uma traição

Por Nathalia Marques

Errar é algo extremamente humano e qualquer está um sujeito. Contudo, nem sempre estamos dispostos a perdoar o erro do outro. Uma traição, por exemplo, pode ser muito difícil de esquecer.

Mesmo diante da dor, é possível que a pessoa traída ainda sinta amor pelo parceiro. É neste momento que ocorre a dúvida: “devo perdoar ou não?”.

"O que vemos é que as vezes a pessoa perdoa a traição, mas ainda fica paranoica com cobranças que podem deixar a relação ainda mais complicada. Com a terapia de casal a gente ajuda a dar outro rumo à relação apesar da traição, enxergando principalmente os momentos felizes que ainda existem na vida conjugal”, explica Denise Figueiredo, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal.

Marina Simas, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal, comenta que a pessoa traída deve se lembrar que tem certas coisas em uma relação que são difíceis, mas não são problemas impossíveis de se resolver.

“Quando uma traição acontece temos que partir do princípio que não dá para voltar atrás. A partir daí uma nova relação vai ter que ser construída e o ideal é que o casal consiga superar de uma maneira saudável, fortalecendo vínculos, ampliando e melhorando o diálogo e focando em novos projetos conjuntamente.  Não existe fórmula mágica, mas existem maneiras de amenizar e seguir em frente”.

Por fim, como viver o processo de superação?

O Instituto do Casal explica como esse processo pode ser mais tranquilo se houver reflexão e diálogo. Algumas dicas são:

  • Ouça a si mesmo para entender seus sentimentos
  • Lembre-se dos momentos positivos e de cumplicidade
  • Erros ou dificuldades podem gerar possibilidade de aprendizado
  • Opte pelo diálogo
  • Lembre-se: perdoar é uma escolha
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo