Hábitos normais em outros países e muito estranhos para os brasileiros

Por Nathalia Marques

Choque de cultura é um conceito utilizado para definir o sentimento de confusão, incerteza e desorientação gerando por ter que conviver dentro de uma cultura diferente. É comum que muitos estrangeiros, por exemplo, conheçam a cultura brasileira e tenham o choque de cultura.

É possível também que nós, brasileiros, tenhamos essa sensação com alguns hábitos praticados em outros países. Por exemplo:

Não usar o número 4 (Japão)

Na cultura japonesa, o número quatro é visto como mau agouro. Isso ocorre, pois o número tem a mesma pronúncia que morte. Desta forma, eles não gostam de utilizar ou falar sobre ele. Em alguns prédios, por exemplo, não há o quarto andar.

Vacas sagradas (Índia)

Caminhando por algumas cidades indianas, você encontrará diversas vacas vivendo livremente. Para os brasileiros, o animal é visto como refeição. Contudo, para os indianos, a vaca é sagrada, pois serve como montaria para Shiva, um dos deuses mais importantes do hinduísmo.

Dia dos mortos (México)

O México tem uma relação diferente com a morte. Para elas, a morte deve ser celebrada, pois é apenas um ciclo da vida. Diante disso, o país conta com um dia especial só para os mortos. Os mexicanos montam altares e celebram em festa a morte dos familiares.

Arrotar após comer (China)

Se você for almoçar na casa de um chinês e não arrotar após, ou durante, o almoço, saiba que ele se sentirá ofendido. Ocorre que arrotar, para os chineses, significa que a comida realmente estava deliciosa.

Andar descalço na rua (Austrália)

Imagine caminhar pelas ruas e perceber que muitas pessoas, simplesmente, andam completamente descalças. Parece algo diferente, certo? Mas na Austrália o hábito é super comum.

Mover uma casa para outro local (Filipina)

Na Failipina é comum praticar o bayanihan, que consiste na prática de mudar a casa de local levando-a nos braços com a ajuda de outras pessoas. Isso pode ser feito tanto para evitar problemas estruturais na casa ou, simplesmente, para encontrar um vizinho melhor.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo