Dieta mediterrânea pode ajudar a diminuir os efeitos da ansiedade e da depressão, diz estudo

Por Rodrigo Almeida

Ansiedade e depressão são dois dos problemas que afetam a saúde mental de milhares de pessoas em todo o mundo e agora, ao que parece, a dieta pode ser a chave para melhorar a condição do paciente.

De acordo com um estudo publicado em outubro na revista PLOS One, verificou-se que uma dieta equilibrada, especialmente a dieta mediterrânea, reduziu significativamente os sintomas de ansiedade e depressão.

Os pesquisadores analisaram os hábitos de 100 estudantes e os dividiram em dois grupos: "O primeiro grupo foi solicitado a continuar com sua dieta habitual, enquanto o segundo foi instruído a seguir um plano de refeições inspirado na dieta mediterrânea”, afirmou o portal POPSUGAR.

dieta vegetais verdura salada Pexels

O consumo de frutas, vegetais, proteínas magras, azeite de oliva e nozes, ao mesmo tempo em que reduziam alimentos processados, como refrigerantes, doces e frituras começaram a fazer parte da alimentação do último grupo.

“Ambos continuaram recebendo o tratamento externo usual para a depressão", afirmou o portal POPSUGAR. Após esse experimento, os cientistas reavaliaram os sujeitos e descobriram o seguinte:

  1. Quem seguiu a dieta mediterrânea reduziu os sintomas de depressão de moderadamente severo ao normal;
  2. Diminuíram a ansiedade e o estresse em relação ao outro grupo que continuou com a dieta e hábitos normais.

"Uma análise mais profunda revelou que a ingesta menor de alimentos processados, ​​melhorou sintomas de depressão mais dramaticamente do que aqueles que simplesmente ingeriram mais alimentos saudáveis,“ explicam os pesquisadores.

“Também há evidências sugerindo que os participantes mantiveram melhorias na saúde mental até três meses depois. A partir do final do estudo, mesmo quando eles não aderiram tão estritamente à dieta", acrescentam eles.

FONTE: NUEVA MUJER

Loading...
Revisa el siguiente artículo