Dia mundial de combate à Aids: Nova Zelândia cria primeiro banco de doação de esperma para soro positivos

Por Rodrigo Almeida

No dia mundial de combate à Aids, comemorado neste domingo, 1 de dezembro, a nova Zelândia faz um anúncio com a intenção de desmistificar o preconceito para com a doença.

Um banco de esperma 100% soro positivo foi criado para que os portadores possam armazenar carga genética e usa-la no futuro. Desta forma, casais com problemas de fertilidade podem usufruir do banco.

O local chama-se Sperm Positive e já recebeu três doações até aqui, segundo o sítio futurism.com. Os homens tinham carga viral tão baixa que é quase impossível a transmissão por meio de sexo ou reprodução.

A fundação UNAIDS ressalta que o tratamento está tão avançado nos últimos 20 anos que a carga viral é tão baixa que os portadores não transmitem o vírus sexualmente.

Segundo a mesma fundação, a Aids continua sendo um problema de saúde mundial e afeta mais de 38 milhões de pessoas. O tratamento é muito caro e não está disponível para todos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo