Vitamina D muda o comportamento de células de melanoma tornando-as menos agressivas, diz estudo

Por Rodrigo Almeida

Vitamina D diminui a agressão provocada por células de melanoma e podem significar novos tratamentos para câncer de pele. Esta foi a conclusão de um estudo no Reino Unido.

Cientistas da Universidade de Leeds encontraram evidências de que a vitamina D modifica o comportamento do melanoma, diminuindo a velocidade com que se desenvolve.

Cerca de 55% dos casos de câncer de pele diagnosticados no estágio final da doença sobrevivem depois de um ano, contra 100% dos diagnósticos em estágio inicial.

Para chegar à conclusão, a equipe liderada pela Professora Newton-Bishop analisou a funcionalidade do gene que regula o VDR nas células cancerígenas.

Segundo o sítio estrangeiro Medical Xpress, VDR é o receptor de vitamina D em melanomas. Dos 704 tumores analisados 353 apresentaram crescimento significativo no período de testes. Baixos níveis de VDR estão ligados com rápido crescimento dos melanomas.

“Depois de anos de pesquisa, nós finalmente sabemos que a vitamina D funciona em conjunto com o VDR para influenciar o comportamento de células de melanoma reduzindo a atividade”, explicou a professor Newton.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo