Crianças teimosas têm mais chances de se tornarem adultos bem-sucedidos, diz pesquisa

Por Rodrigo Almeida

Ninguém tem a formula para criar os filhos quando o assunto são crianças teimosas ou com personalidade forte.

A verdade é que a criação destes seres obstinados pode ser uma missão impossível. O panorama é desafiante quando você tem que explicar várias vezes por que é importante comer verduras.

Mesmo que você não acredite, ter um filho que “bate o pé” pode ser um bom sinal, ao menos é o que dizem alguns especialistas ouvidos pelo sítio Nueva Mujer. Ao que parece, a teimosia é uma boa forma de predizer o êxito de uma criança no futuro.

Como isso é possível?

A Associação Americana de Psicologia analisou crianças de 9 a 12 anos de idade com relação aos traços de personalidade, incluindo o desafio, os direitos e a consciência acadêmica.

Quarenta anos depois, os pesquisadores retomaram contato com as crianças, e os resultados foram bem importantes. Aparentemente, desafiar as autoridades é um bom indicador – juntamente com a capacidade cognitiva -, de que a criança poderá ter uma carreira boa quando adulto.

As crianças que ignoravam as regras dos pais foram as que tiveram os melhores salários anos depois. Portanto, se o seu filho sempre exige a bolacha maior mesmo se você disse não, “provavelmente eles crescerão para exigir maiores salários”, informou o estudo.

Teimosia não é garantia de futuro brilhante

Os autores sugerem que isso possivelmente acontece porque essas crianças são mais competitivas na escola e com as atividades diárias, o que os levariam a melhores qualificações. Isso também os formaria como adultos mais exigentes.

Vale a pena destacar que a teimosia sozinha não faz adultos bem-sucedidos. Educação, e exemplos por parte dos pais e fazerem parte de um lar estável é a base para que a criação dê certo.

Caso nao sejam bem orientadas podem crescer como adultos que passam por cima dos demais apra conseguirem o que querem. Família e amor continuam sendo fundamental no desenvolvimento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo