Outubro Rosa: Prática de atividade física pode ajudar a prevenir câncer de mama

Por Metro Jornal

A campanha do Outubro Rosa, que vem com o início do mês para a conscientização do câncer de mama no Brasil, traz várias dicas de especialistas sobre como evitar a doença. Uma delas é a prática de atividade física.

Leia mais:
Outubro Rosa: Campanha oferece aula gratuita de pilates em São Paulo
Outubro Rosa: Ônibus pintado em São Paulo conscientiza sobre câncer de mama

Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer), 30% dos casos desse tipo de doença podem ser evitados com bons hábitos. Entre as recomendações, estão os exercícios em questão, assim como uma alimentação saudável.

De acordo com a Mestre em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP Bianca Vilela, 150 minutos semanais de atividade física (o que corresponde a 30 minutos 5 vezes por semana), já ajudam na prevenção do problema. "Além de aumentar a imunidade do corpo, a concentração de estrogênio pode se equilibrar, o que diminui as chances de o tumor reaparecer", diz.

Já uma substância relacionada ao câncer de mama pós-menopausa – quando em grande quantidade – que diminui com os exercícios é a leptina. Do outro lado, a endorfina e os neurotransmissores, que são benéficos ao corpo, são elevados com os esportes e outras práticas.

A saúde após o tratamento também deve ter precauções. "O paciente quando se exercita, aumenta sua força muscular, amplia sua capacidade funcional e auxilia no controle do peso, afinal o ganho de peso exacerbado pós tratamento é comum e, a obesidade, se torna um adicional de risco", afirma Vilela.

O câncer da mama manifesta-se principalmente em mulheres acima de 40 anos, mas pode atingir mulheres a partir dos 20.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo