País tem 32,5 milhões de contratos de banda larga fixa

Por Wellington Botelho

O Brasil registrou, no mês de agosto, 32.500.601 contratos de banda larga fixa, de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em comparação ao mesmo mês do ano passado (agosto de 2018), houve um aumento de 1.713.855 contratos (+5,57%).

As maiores participações de mercado, em agosto de 2019, foram registradas pela Claro, com 9.543.849 domicílios (29,3% do mercado); Vivo, com 7.295.427 domicílios (22,4% do mercado); e Oi, com 5.657.258 domicílios (17,4% do mercado).

O grupo das Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs), empresas que detém menos de 5% de cada mercado de varejo de telecomunicações em que atuam, ofertou banda larga fixa a 9.195.290 domicílios (28,3%).

Em relação a agosto de 2018, o grupo das PPPs apresentou o maior crescimento quantitativo da banda larga fixa, com um aumento de 2.248.237 contratos (+32,3%).

Entre as grandes empresas, a Claro registrou aumento de 309.806 contratos (+3,36%) e, por outro lado, a Vivo e Oi apresentaram reduções de 311.571 contratos (-4,10 %) e de 511.415 contratos (-8,29%), respectivamente, no período.

Com informações da Anatel

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo