3 vilões das dietas modernas que são essenciais para o bom funcionamento do corpo

Por Rodrigo Almeida

A receita pra uma boa nutrição é a moderação. Esta informação já é amplamente divulgada e confirmada, no entanto, existe algumas regras que não são tão absolutas assim e podem causar a busca incansável por vilões.

Nos últimos 30 anos, o colesterol, açúcar, sal, ovos, derivados do leite, a gordura e uma série de ingredientes já ocuparam o posto de inimigo publico número 1. O que pouco se fala é que tudo isso é importante para a saúde humana, e, assim, a moderação volta à tona.

O sítio estrangeiro draxe.com elencou alguns desses monstros alimentares e, de forma didática, apresenta o porquê de não cortar para sempre a ingesta destes alimentos.

Gordura saturada é sempre ruim

oleo O óleo de coco é rico em gorduras saturadas / Getty Images

Nem sempre. Aliás, é essencial manter uma proporção saudável de gordura satura e ômega-3 para promover a saúde cardíaca. Estudos recentes demonstraram que dietas baixas em gordura não beneficiam e nem previnem o organismo contra o câncer de cólon.

Desequilibrar a ingesta destes nutrientes pode levar a inflamação crônica, reporta o portal. A solução, segundo a publicação, seria adicionar óleo de coco, que tem boa resistência ao calor ou manteiga ghee, que são consideradas boas fontes de gordura saturadas.

E, claro, não descuidar o consumo de gorduras monoinsaturadas de qualidade e ômega-3.

Sódio é ruim em todos os sentidos

himalaia Reprodução/ Pixabay

Não, o sódio é essencial para a saúde muscular e para os impulsos elétricos emitidos pelo sistema nervoso. A palavra da vez sempre foi moderação. O sal de cozinha é importante porque contém iodo, que previne o bócio.

Apesar disso, existe alternativas a ele, que são mais saudáveis e relativamente fáceis de achar. De acordo com o portal, o sal rosa do himalaia e o sal marinho são boas ideias.

Outra forma de dar sabor salgado à comida é usando alimentos em conserva ou fermentados, como picles e chucrute na preparação dos alimentos. Eles agregam nutrientes importantes e auxiliam a  manutenção de uma boa saúde intestinal.

Todos os açúcares não prestam

mel Reprodução/ Pixabay

Isso não é verdade. Se estivermos falando do açúcar refinado, talvez a frase seja verdadeira. Entretanto, não há necessidade de cortar açúcares da sua vida, afinal ele é essencial para o funcionamento do corpo humano e do cérebro.

Existe uma série de frutas e xaropes que fornecer açúcar de ótima qualidade. O mel, por exemplo, é uma alternativa fantástica turbinada com nutrientes essenciais, aminoácidos e inclusive propriedades anti-inflamatórias.

Caso você prefira outras fontes, o açúcar de coco pode ajudar, assim como o melaço e stevia dão a mesma pegada doce e nutritiva aos seus pratos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo