Levou um arranhão do gato? Hábito pode transmitir doença para seres humanos

Por Metro Jornal

Se você é dono de um gato, ou costuma interagir com a espécie, deve saber o quão difícil é evitar ser vítima dos seus arranhões. Seja durante uma brincadeira, um banho, ou ao tentar dar um remédio indesejado pelo bichano.

Esse comportamento, comum nos animais principalmente quando estressados, não costuma causar nenhuma complicação além de um ferimento leve. Mas, em alguns casos, os felinos podem transmitir por meio do arranhão ou da mordida (menos frequentemente) a bactéria Bartonella henselae, responsável pela doença da arranhadura do gato.

Além de infectar o local afetado, a bactéria pode acometer outras partes do organismo. Ela pode ser transmitida inclusive por animais saudáveis, que, muitas vezes, estão infestados por pulgas, as quais são responsáveis pela eliminação das bactérias em suas fezes propiciando a infecção do ser humano e contaminando outros pets.

Quando em contato com humanos, animais que tiveram contato com a bactéria e que estão infestados por pulgas a transmitem por meio de lesões na pele – principalmente arranhaduras. Geralmente, essa infecção desaparece sem tratamento. Entretanto, em casos mais raros, pode se tornar uma condição séria que requer cuidados médicos.


Quais os sintomas?

Entre os principais sintomas da doença estão vermelhidão no local da lesão, inchaço de linfonodos (íngua) e pústulas na região afetada. Em casos mais raros, pode haver fadiga, mal-estar, febre e até dor de cabeça. Ao notar a manifestação de qualquer sintoma, procure um médico.


Como prevenir?

Não tem jeito: a melhor saída é evitar mordidas e arranhões dos bichanos – principalmente de animais desconhecidos.


Mas arranhar é normal?

Gatos têm, por natureza, o hábito de arranhar. Esse ato os ajuda a afiar as unhas e até mesmo a demarcar território.  No entanto, é possível que seu pet esteja dando sinais de que há algo errado quando arranha. 

Para entender os hábitos do gatinho, é preciso observar o comportamento do animal constantemente. Dependendo da personalidade de cada gato, é possível que ele tenha menor ou maior costume de arranhar.

O conselho do médico veterinário Marcio Barboza é "ficar atento para observar se tal comportamento foge do padrão do animal ou se está relacionado a algum estímulo externo".

Para evitar levar um arranhão, o melhor a fazer é evitar situações que deixem o animal desconfortável. "Muitos reagem dessa forma em defesa a algum movimento ou comportamento que consideram um risco", explica Barboza. 

Também é possível deixar à disposição do bichinho objetos e brinquedos que ajudem a aliviar este hábito. 


Em casos de mordida ou arranhadura, lave a área imediatamente com água e sabão. Outro fator que contribui para manter sua família longe da doença é a prevenção de pulgas nos gatos, pois, como comentado anteriormente, são elas que eliminam as bactérias em suas fezes e tornam possível a infecção do ser humano.

As pulgas ainda podem  ser um perigo para a saúde do próprio gato, sendo responsáveis por quadros de alergia e anemia.

Marcio Barboza, que também é gerente técnico pet da MSD Saúde Animal, orienta: “a melhor forma de prevenir a doença é manter o seu pet longe de pulgas; o uso de soluções de longa duração é essencial, já que deixam não somente o animal protegido como também o ambiente em que ele vive”.

Ainda de acordo com o médico-veterinário, apenas 5% das pulgas adultas ficam nos pets – o restante do ciclo do ectoparasita acontece no ambiente. Sendo assim, produtos ou medidas que eliminam pontualmente as pulgas do animal não as excluem por completo, podendo acontecer novamente uma infestação e facilitando que elas levem doenças de um pet para outro.

"Há um mito de que os gatos conseguem eliminar completamente os parasitas por meio da sua higiene diária, mas na verdade eles também são suscetíveis a contaminações resultantes de picadas", conta Barboza. "Sendo assim, a prevenção é essencial para a longevidade e qualidade de vida do pet".

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo