Novo Corolla é lançado e custa a partir de R$ 99.990; híbrido, R$ 124.990

Sedã é o primeiro híbrido flex produzido no mundo e tem novo motor 2.0 com 177 cv de potência que combina injeção direta e indireta.

Por AutoPapo.com.br

A Toyota lançou o novo Corolla. A nova geração do sedã tem preços entre R$ 99.990 e R$ 124.990 e se destaca por ser o primeiro carro híbrido flex produzido em série no mundo.

O Corolla Altis com motor 2.0 e o Altis híbrido têm o mesmo valor, mas a versão equipada apenas com motor a combustão já tem o chamado pacote Premium, tabelado em R$ 6.000. Ou seja, com o mesmo nível de equipamentos, o novo Corolla híbrido custa R$ 130.990. As vendas, de acordo com a Toyota, começam no dia 12 em todas as autorizadas da marca.

A Toyota projeta vender 4.500 unidades por mês, sendo 1.000 delas da versão híbrida flex. Líder de vendas entre os sedãs médios há anos e dono de uma participação de 45% dentro desse segmento, o novo Corolla quer agora conquistar consumidores de outras categorias. Segundo o fabricante, o modelo mira também os compradores de SUVs compactos e de sedãs maiores.

A nova geração é a quinta produzida sequencialmente no país desde 1998, quando o Corolla foi nacionalizado. Globalmente, o modelo já está na 12ª safra: a primeira data de 1966.

Novo corolla Foto: Divulgação

Plataforma TNGA

O Corolla 2020 é feito sobre a plataforma global TNGA e fruto de um investimento de mais de R$ 1 bilhão que a Toyota fez no Brasil. Além de incorporar o powertrain híbrido, a nova construção do sedã aumentou a rigidez dele em 60 %. A marca japonesa garante que ele obterá nota máxima nos crash tests do Latin NCAP.

Outra importante novidades no novo Corolla é a adoção de uma tela multimídia sensível ao toque de 8 polegadas (com Android Auto e Apple CarPlay). As versões top de linha ainda terão o painel de instrumentos totalmente digital de 7 polegadas. E, pela primeira vez, o modelo terá opção de teto solar.

O Corolla 2020 evoluiu também na suspensão: a traseira abandonou a barra de torção e agora é independente, com o sistema Multilink. Na frente, continua com o McPherson, mas ganhou novos braços e geometria.

Além disso, o novo Corolla ganhou 4 mm em altura do solo, mas o centro de gravidade foi reduzido em 10 mm. Com relação às dimensões gerais, o modelo possui 4.630 mm de comprimento (+10 mm em relação à geração anterior), 1.780 mm de largura (+5 mm) e 1.455 mm de altura (-20 mm), enquanto a distância entre eixos se manteve a mesma, ou seja, 2.700 mm, e o volume do porta-malas também, de 470 litros.

Já o tanque de combustível comporta 50 litros nas versões a combustão e 43 litros na versão híbrida.

O modelo incorpora tecnologias semiautônomas de segurança, como assistente de permanência em faixa e frenagem automática de emergência.

Corolla 3 Foto: Divulgação

Novo Corolla híbrido: até 20,8 km/l

O Corolla híbrido combina um motor a gasolina de 1.8 ciclo Atkinson flex, com 101 cv de potência a 5.200 giros quando abastecido com etanol, e 98 cv também a 5.200 rpm, quando abastecido com gasolina, e 14,5 kgfm de torque a 3.600 rpm (abastecido com etanol ou gasolina). Esse motor funciona em conjunto com dois motores elétricos de 72 cv de potência e 16,6 kgfm de torque.

O conjunto híbrido do novo Corolla tem potência combinada de 123 cv. O câmbio é do tipo continuamente variável (CVT) que simula sete marchas.

Trata-se de um sistema híbrido semelhante ao do Prius: a maior diferença é justamente a possibilidade de consumir também etanol. Vale lembrar que, nos dois modelos, não há dispositivo plug-in para recarga em tomadas. O conjunto é auto-recarregável: a ação do motor a combustão e da tecnologia de frenagem regenerativa é que alimenta a bateria.

O destaque é o consumo do novo Corolla: 14,5 km/l na estrada e 16,3 km/l na cidade com gasolina, no padrão Inmetro. Com etanol, no mesmo padrão, são 9,9 km/l no ciclo rodoviário e 10,9 km/l no urbano. Vale lembrar que, ao contrário do que costuma ocorrer em veículos a combustão, os veículos híbridos têm melhores médias de consumo na cidade, onde o motor a combustão pode permanecer desligado por mais tempo. A Toyota também revelou a aferição em percurso urbano de acordo com os parâmetros do Instituto Mauá: 20,8 km/l.

Motor 2.0 é novo

O motor 2.0 que equipa as outras versões do Corolla 2020 (desde a versão de entrada) também é totalmente novo (combina injeção direta e indireta), 15% mais potente e 9% mais econômico que o 2.0 anterior. Ele sai do habitual e adota ciclo Atkinson (no lugar do Otto) e rende 177 cv de potência a 6.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 169 cv, a 6.600 giros, com gasolina. O torque máximo, abastecido tanto com etanol quanto com gasolina, é 21,4 kgfm a 4.400 rpm. O câmbio é CVT que simula 10 marchas.

Novo Corolla Foto: Divulgação

Equipamentos de série

Na versão de entrada GLi o modelo conta com ar-condicionado manual com filtro antipólen e ar quente, banco do motorista com regulagem para seis ajustes – altura, distância e inclinação – (também disponível na versão Altis híbrida), banco do passageiro dianteiro com regulagem manual para quatro ajustes (distância e inclinação), direção eletroassistida progressiva (EPS), computador de bordo com tela TFT de 4,2” de alta resolução, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque e função antiesmagamento e sistema de áudio central multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de 8”, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto, Apple CarPlay e SDL.

A versão XEi adiciona os seguintes itens: ar-condicionado automático, controle de velocidade de cruzeiro, modo de seleção de condução Sport, paddle shift, sistema de destravamento das portas por sensores na chave (Smart Entry), sistema de partida por botão, faróis de neblina dianteiros em LED e espelho retrovisor interno eletrocrômico.

Já a versão Altis 2.0 adota faróis dianteiros em LED e o pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense, que inclui Sistema de Alerta de Mudança de Faixa (Lane Departure Alert – LDA), Controle de Velocidade de Cruzeiro Adaptativo (ACC), Farol Alto Automático (Auto High Beam – AHB), e Assistente de Pré-Colisão (Pre-Crash System – PCS) com alerta sonoro e visual e, se necessário, frenagem automática (comandos podem ser controlados também pelo volante).

Além disso, tem como item de série o pacote premium (opcional no Altis híbrido por R$ 6.000) composto por: ar-condicionado automático Dual Zone com sistema S-Flow, banco do motorista com regulagem elétrica para oito ajustes (altura, distância, inclinação ou altura com distância), espelhos retrovisores externos eletro-retráteis com regulagem elétrica e rebatimento automático ao fechar o veículo, teto solar elétrico, limpador do pára-brisa com sensor de chuva e faróis e lanternas traseiras em LED.

Na versão híbrida, o Altis conta com painel de instrumentos com tela TFT de 7” digital e colorida com computador de bordo e como opcional o pacote Premium descrito acima. O Corolla híbrido não conta com o paddle shift no volante.

Garantia do Corolla 2020

Todas as versões do novo Corolla terão 5 anos de garantia. O Corolla híbrido terá, além dos cinco anos, três anos de garantia adicionais, totalizando 8 anos.

Primeiras impressões

Preços do novo Corolla 2020

Versão Preço

Corolla GLi R$ 99.990

Corolla XEi R$ 110.990

Corolla Altis R$ 124.990

Corolla Altis híbrido flex R$ 124.990

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo