Sonda 'Mars 2020' da NASA será responsável por analisar planeta vermelho para uma possível presença humana

Por Wellington Botelho

A sonda espacial Mars 2020 da National Aeronautics and Space Administration (NASA) será responsável por analisar o planeta vermelho para uma possível presença humana.

Embora o objetivo científico seja procurar sinais de vida antiga, Mars será a primeira sonda a coletar amostras da superfície marciana. O veículo também inclui tecnologia que abre o caminho para a exploração humana de Marte.

A atmosfera do planeta vermelho é cheia de dióxido de carbono e extremamente fina (cerca de 100 vezes menos densa que a da Terra), sem oxigênio respirável.

A paisagem é gelada, sem proteção contra a radiação solar ou contra tempestades de poeira. As chaves para a sobrevivência serão tecnologia, pesquisa e teste.

Mars 2020 ajudará em todas essas frentes. Quando for lançado em julho de 2020, o equipamento levará as mais recentes ferramentas científicas e de engenharia. Confira:

Entrada atmosférica

Sensores estudarão como a sonda se aquece e se desempenha durante a entrada atmosférica. As analises devem ajudar os engenheiros a melhorarem seus projetos de pouso para grandes cargas.

Oxigênio

Viver em Marte exigirá um suprimento constante de oxigênio, o que custaria caro transportar da Terra nos volumes necessários. Um dispositivo em forma de cubo chamado Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment (MOXIE) está explorando uma alternativa de economia de espaço que converte dióxido de carbono – que constitui cerca de 96% da atmosfera marciana – em oxigênio.

Água no Planeta Vermelho

Mars 2020 está carregando um equipamento para penetração no solo chamado "Radar Imager for Mars' Subsurface Experiment" (RIMFAX), que será o primeiro a operar na superfície marciana.

Os cientistas usarão as imagens de alta resolução para examinarem a geologia enterrada, como possível presença de água.

Superfície

Poeira e radiação fazem parte de todas as previsões meteorológicas de Marte. E como o planeta não possui um campo magnético, a radiação do Sol invade a superfície.

Planeta vermelho NASA

Para ajudar os engenheiros a projetarem trajes espaciais adequados, a NASA vai enviar cinco amostras, juntamente com um do instrumento chamado  Scanning Habitable Environments with Raman & Luminescence for Organics & Chemicals (SHERLOC).

Os cientistas usarão o equipamento, além de uma câmera que capta a luz visível, para estudarem como os materiais se degradam na radiação ultravioleta.

Abrigo

Segundo a instituição, o Mars 2020 também coletará dados que devem ajudar os engenheiros a desenvolverem abrigos melhores para os futuros astronautas.

LEIA TAMBÉM: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo