Estas são 5 situações que podem estar te impedindo de chegar ao orgasmo

Por Rodrigo Almeida

Chegar ao orgasmo pode ser uma tarefa quase impossível e um sonho difícil de ser alcançado para algumas mulheres. Não é de hoje que a ciência tem tratado de descobrir todos os segredos que guardam os órgãos sexuais de uma mulher.

Uma das perguntas mais pesquisadas nos buscadores online é: por que uma mulher não tem orgasmo durante o ato sexual.

Especialistas e pesquisadores detectaram cinco causas por que algumas não chegam ao clímax durante a relação sexual.

Estar apressada e estressada

Um dos principais fatores que impedem que chegue ao orgasmo é que muitas mulheres carregam muito estresse a um encontro sexual. E, segundo o sítio estrangeiro Nueva Mujer, para chegar lá é necessário um grau de relaxamento bastante alto.

Mesmo que nessas situações algumas mulheres possam estar tentadas a fingir o orgasmo não somente para que o encontro sexual não se estenda, especialistas recomendam não o fazer.

Ficar em silêncio

Uma relação em que os parceiros tentam adivinhar o que o outro pensa é complicada, e durante a transa, a situação dificulta ainda mais chegar ao orgasmo.

Segundo Nueva Mujer, um foco importante é colocar esforços na comunicação antes, durante e depois do ato.

Não sentir desejo sexual

O Servico Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS) explica que esta condição pode atingir todas as mulheres em diferentes etapas da vida. Depressão, traumas psicológicos, uso de certos medicamentos e desordem hormonais são algumas das causas.

Pouca estimulação

Nos últimos anos foi visto uma melhora nos casais heterossexuais ao dedicarem mais tempo na estimulação previa a penetração. O problema pode ser mais comunicativo do que operacional.

De acordo com o portal, a mulher precisa expressar a forma como fazer, o ritmo, e que parte deve ser estimulada, para chegar mais fácil ao clímax.

Sentir dor durante o sexo

No âmbito ginecológico há fatores que também afetam a capacidade de uma mulher de chegar ao orgasmo. Um deles é o vaginismo que é a contração involuntária dos músculos do terço inferior da vagina, fazendo do coito uma experiência dolorosa ou até impossível.

Outro problema é a dispareunia, que causa uma profunda dor, ardência e incômodo durante a relação sexual, e pode ser sentida mesmo antes e depois da relação.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo