Estas 5 dicas vão ajudar você a fazer uma janta mais saudável, segundo uma especialista

Por Rodrigo Almeida

Buscar alternativas para emagrecer é algo natural, ainda mais se não estamos satisfeitos com a aparência, mas principalmente se nossa saúde depende disso. A nutricionista Michelle Abud, apresentou, por meio das redes sociais, cinco hábitos a seguir na hora da janta ou ceia.

Tente não jantar muito tarde

O muito tarde é relativo. Pode ser que para alguns seja normal comer às 8 da noite, mas para outras pessoas, como mães lactantes, estudantes ou médicos que dormem ou acordam muito tarde, comer a essa hora não é uma opção. Para eles pode ser que a ultima refeição termine sendo às 11 da noite.

Os alimentos têm a mesma quantidade de calorias em todas as horas do dia

Efeitos hormonais e químicos que favorecem a conciliação do sono fazem o metabolismo trabalhar um pouco mais devagar, mas se você não exceder as colorias não haverá problema.

Segundo a especialista, não existem verdades absolutas e há pessoas que serão mais afetadas que outras, no entanto, sempre que isso seja a exceção e não a regra não haverá problemas.

Alguns alimentos em estado natural devem ser evitados nas ultimas horas do dia. Como regra geral, trate de jantar pelo menos duas horas antes de ir para a cama.

Evite os carboidratos se você não treina ou faz exercícios

De acordo com Michelle, você deve evitar refeições nas altas horas da noite ricas em carboidratos como: arroz, trigo, pão, aveia, mandioca, batata, etc. Coma mais carboidratos fibrosos, como vegetais verdes, folhas e leguminosas. Quanto mais cor no prato, melhor. Especialmente, se o objetivo é emagrecer.

Adicione proteínas

Procure sempre inserir uma boa fonte de proteína animal ou vegetal. Frango, peixe, peru, ovos, leguminosas, oleaginosas e mariscos são boas pedidas.

Faça todo o possível por não medir as porções no olhômetro

Medir as porções é fundamental para avançar. Não será para sempre, assim como também não é recomendado. Aprenda a reconhecer a quantidade de comida necessária e uma vez que crie o hábito, já saberá identificar o que é essencial para se sentir satisfeito.

Tome cuidado também com as gorduras, uma colher pequena de azeite de oliva contém 120 calorias. Às vezes, saturamos as comidas de azeite só porque acreditamos que o alimento é bem saudável, no entanto, o excesso pode transforma-lo em um vilão para quem quer emagrecer.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo