Mulher pega prisão perpétua por matar as duas filhas: "Queria minha vida sexual de volta"

Por Rodrigo Almeida

Uma mulher de 23 anos foi condenada à prisão perpétua no Reino Unido, nesta sexta-feira (2), pelo assassinato das duas filhas. Louise Porton enforcou a filha de três anos dois dias antes de fazer o mesmo com a caçula, de 17 meses.

Segundo o jornal inglês The Sun, Louise disse para a mãe, Sharon, que queria ter a vida sexual de antes da maternidade de volta. A avó das pequenas Lexi, 3, e Scarllet, 17 meses, disse que não considera a mulher mais como filha.

Sharon põe a culpa da morte de Scarllet no serviço social do Reino Unido, por não ter notado que Louise poderia mata-la depois de ter assassinado a filha mais velha.

A mulher marcava encontros sexuais pela internet para juntar dinheiro e sempre reclamava não ter tempo para fazer isso depois de ter se tornado mãe.

mulher Reprodução/ The Sun

Uma semana antes da morte de Lexi, Louise tirava fotos topless no banheiro enquanto a menina era tratada no hospital por supostos maus tratos.

Entre as pesquisa que a mães das meninas assassinadas fez no Google estavam: ‘quanto tempo depois de afogada uma pessoa pode ser ressuscitada’ e ‘por que minha filha de tres anos parou de respirar’.

A mulher foi condenada por unanimidade depois de a polícia constatar sinais de enforcamento nos pescoços das meninas. Louise ficará ao menos 32 anos presa, até que a condicional seja revista pela justiça.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo