5 dicas de cuidados naturais e poderosos para o pós-parto

Por Laís Pagoto - Especial para o Metro Jornal

Em meio a tantas novidades que a chegada de um bebê traz, é essencial para a mulher cuidar de si mesma e não só da vida que acaba de nascer. O pós-parto, também chamado de puerpério, contempla momentos especiais para a mamãe, mas também envolve uma série de dores, desconfortos e agonias.

Corpo e mente começam a se readaptar à nova realidade e, mesmo que naturais, alterações físicas e psicológicas podem incomodar. Mas fique tranquila: esse momento vai passar e você vai enfrentá-lo da melhor maneira possível.

Muitas mulheres recorrem às terapias naturais para aliviar os desconfortos do pós-parto. Chás, massagens e ervas são poderosos aliados das recomendações médicas, como explica a terapeuta Mila Rosa, especialista em pós-parto.

Antes de sair procurando por tratamentos, ela ressalta a importância de consultar especialistas e lembra que nem todas as dicas que se encontra por aí possuem estudos ou comprovação científica — algumas, inclusive, podem até fazer mal para a saúde da mãe e do bebê.

Um exemplo do que não funciona é passar casca de banana ou mamão no mamilo, que, segundo crença popular, ajudaria a tratar rachaduras nos seios. "As frutas podem conter agrotóxicos, por mais naturais que sejam, e isso pode provocar infecções. Uma vez que você leva essas substâncias para o seu corpo, o bebê também terá contato com elas a partir do leite materno", explica Mila.

Saiba o que realmente ajuda no pós-parto

Absorvente com barbatimão, calêndula e camomila

É super indicado para aliviar a dor, o inchaço e a ardência na região íntima após o parto. A dica é preparar um chá de uma ou mais dessas ervas e embeber um absorvente na preparação. Depois, leve-o à geladeira e deixe por algumas horas. A sensação geladinha potencializa o alívio do desconforto. Há ainda quem prepare gelinhos do chá e coloque cuidadosamente na região íntima.

Conheça as propriedades dessas ervas:

  • Barbatimão: cicatrizante, antibacteriano, antisséptico, ajuda a secar as lesões no canal vaginal
  • Camomila: calmante, anti-inflamatória, ajuda a equilibrar o pH vaginal
  • Calêndula: anti-inflamatória, cicatrizante e antisséptica

Óleos essenciais

A lavanda possui um efeito calmante, reduz o estresse e melhora a qualidade do sono. O óleo dessa planta é o único que pode entrar em contato direto com a pele. Ele pode ser usado como aromatizador de ambientes, no colar aromático ou em massagens. O bebê também pode colher os benefícios desse óleo, principalmente os mais agitados. Uma gotinha diluída na água da banheira é suficiente para transformar o banho em um momento especial para o pequeno.

Outra dica também para os recém-nascidos é o óleo de melaleuca. Segundo Mila, ele é antifúngico e evita assaduras. "Basta pingar uma gota em um jarro de água e banhar o bebê com o líquido", diz.

O óleo de gerânio, conhecido como o "óleo da mulher", ajuda a equilibrar os níveis hormonais. Ele também tem propriedades anti-inflamatórias e alivia os sintomas da TPM. É preciso diluí-lo em um óleo carreador, que permite a entrada dos óleos essenciais na pele.

Está se sentindo sobrecarregada e precisando se revitalizar? Aposte nos óleos de hortelã, eucalipto e citronela. Eles dão a sensação de frescor e energia.

Massagem

Só de imaginar a gente até relaxa… A massagem é uma das terapias mais naturais que existem. A pele, o maior órgão do corpo, recebe estímulos através do toque, o primeiro sentido que o ser humano desenvolve ao nascer. No caso da mulher que acabou de dar à luz, o corpo ainda está sensível, com dores e tensões próprias desta fase. Por isso, o cuidado ao tocá-lo deve ser redobrado.

Há algumas técnicas que podem ajudar a diminuir esses desconfortos. Uma delas é a reflexologia podal, uma massagem nos pés que ajuda no relaxamento e no equilíbrio do corpo. Entretanto, é recomendável consultar o médico antes do tratamento. O Reiki também é uma ótima alternativa, já que promove bem-estar e diminui a ansiedade. Para o bebê recém-nascido, pode-se aplicar o chamado "toque de borboleta", um carinho suave com as pontas dos dedos. A recomendação é focar na simetria dos movimentos.

Chás

cafe da manhã Pixabay

Chá de melissa e camomila são excelentes calmantes. Eles oferecem conforto, principalmente se consumidor à noite, depois de um dia longo e cansativo. Mas se você não é muito fã de bebidas quentes, experimente o chá gelado batido com maracujá. Super refrescante!

Tenha com quem falar

É preciso ter em mente que ser mãe não é fácil — e não há nada de errado em admitir isso! Pelo contrário: assumir que as responsabilidades são grandes permite olhar para a maternidade com um olhar mais real. E dividir suas angústias com as pessoas, principalmente com o parceiro, possibilita uma convivência mais saudável e equilibrada, sem sobrecarregar ninguém.


Nesta semana, foi inaugurado em São Paulo um centro humanizado para mães e gestantes. O Espaço Mãe conta com especialistas em ginecologia, obstetrícia, psicologia e muitas outras áreas que complementam os cuidados necessários para a vida da mulher. A clínica promoveu uma série de atividades gratuitas que serão mantidas na programação do espaço, como oficinas de yoga, dança para mãe e bebê e consultoria em amamentação. Na segunda-feira (15), a oficina "Cuidados naturais no pós-parto", promovida por Mila Rosa, discutiu todas essas dicas com as mamães presentes.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo