Casos de infarto aumentam 30% quando temperaturas diminuem

Por Metro Jornal

Nos dias mais frios, especialmente com temperatura abaixo de 14ºC, o número de infartos pode aumentar até 30%, segundo o Ministério da Saúde. Pacientes com idade entre 75 e 84 anos e com doença coronariana são os mais vulneráveis.

O risco de AVC (Acidente Vascular Cerebral) também aumenta nos dias frios. Isso acontece porque o corpo faz mais esforço para manter a temperatura em 36ºC. O coração precisa fazer mais força para bombear o sangue e a pressão sanguínea aumenta.

Uma atenção especial deve ser dada a pessoas idosas. Segundo o geriatra Paulo Camiz, professor no Hospital das Clínicas da USP, esse público tem disfunção da regulação da temperatura corpórea. Para evitar a hipotermia, ele recomenda atividades físicas e uso de roupas adequadas, além de fontes externas de calor, como lareiras e aquecedores.

A pneumologista Denise Eri Onodera Vieira, do Cejam (Centro de Estudos e Pesquisas João Amorim), diz que o inverno eleva as chances de a asma se manifestar, devido às alterações no clima e na umidade do ar. Ela ressalta que é importante manter a limpeza de locais com alta concentração de agentes causadores da asma, como ácaros.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo