A três horas de São Paulo, Brotas reserva o melhor do ecoturismo; conheça

Por Paulo Borgia - Metro São Paulo

Para quem está acostumado com o dia a dia cansativo das grandes cidades, chegar a Brotas é como estar em um paraíso. Com seu ritmo tranquilo, a hospitalidade de seus moradores, e o ritmo das águas pulsando por todo seu entorno, essa beleza natural cravada no centro do estado de São Paulo convida para dias de muita diversão.

Localizada a cerca de 250km da capital, Brotas é uma cidade que recém-completou 180 anos e tem pouco mais de 20 mil habitantes. Sua região central é um passeio a parte para visitar, com seus casarões, muitos deles muito bem preservados do período áureo do café, passando pela diversidade de restaurantes e bares para receber os turistas, que costumam invadir suas ruas principalmente nos fins de semana e feriados.

Mas o que o visitante procura é o que está nos extremos de seu território. Reconhecida como Estância Turística desde 2014, Brotas conta com dezenas de lindas cachoeiras, rios e oportunidades de esportes radicais. O Metro Jornal passou dois dias na cidade e conheceu quatro pontos inesquecíveis, muito bem cuidados e que fazem desse paraíso uma referência em turismo sustentável.

Poção

Ecoparque localizado bem perto do centro da cidade, com uma série de opções de lazer, que inclui uma praia do rio Jacaré-Pepira, uma enorme tirolesa, arvorismo, minirafting e a divertida boia cross, que um grupo de pessoas desce o rio literalmente sentado em uma boia.

brotas - poção

Cachoeira Cassorova

Um dos principais cartões postais, essa cachoeira é considerada uma das mais belas do país. São cerca de 107m de altura, em duas quedas, somando a cachoeira Quatis, incluindo uma piscina natural para brincar à vontade, e uma tirolesa impressionante.

brotas - parque cassorova Sandro Fraga/Divulgação

Cachoeiras Roseira e Santo Antonio

Localizadas dentro do Recanto das Cachoeiras, as quedas d’água encantam pelas suas belezas. A maior, Roseira, tem 55m e uma vista para um enorme vale. A Santo Antonio tem 20 metro e uma tranquila piscina natural. O local conta ainda com uma piscina de 500 mil litros e borda infinita que surpreende pelo visual da região.

brotas - recanto das cachoeiras

Areia Que Canta

Talvez, a grande pérola de Brotas. Uma rara nascente forma uma piscina natural de 10m de diâmetro no meio de uma mata nativa. A acesso a área é totalmente controlado, para que sua areia branca e fina e a água cristalina e de tons azul e verde se mantenham praticamente intactos.

Brotas - Areia Que Canta

Hospedagem

A hospedagem é variada, tanto no centro (como a Pousada Mirágua Refúgios, ao lado) quanto nas áreas rurais, de opções mais simples, que incluem bons quartos, com café da manhã e atrativos, até pousadas luxuosas, que já colocam em seus pacotes serviço de alimentação completa e passeios. Os valores variam bastante entre feriados, fins de semana e férias de verão em relação ao resto da temporada.

brotas - hospedagem

Prepare o bolso

Todas as cachoeiras estão localizadas dentro de propriedades privadas. Então, para acessá-las, é preciso pagar taxas. Os hotéis e recantos cobram o chamado “Day Use”, que gira em torno de R$ 90 por pessoa, que inclui visitações às quedas d’água e outras atividades. O preço do pacote varia com a inclusão de rafting (foto) e rapel.

brotas - rafting Secretaria de Turismo de Brotas

Como chegar

O trajeto São Paulo/Brotas é bem fácil, através da Rodovia dos Bandeirantes, passando por um trecho da Rodovia Washington Luiz e, por fim, pequeno trajeto na Rodovia Engenheiro Paulo Nilo Romano – é possível também ir pela Rodovia Anhanguera.

  • De carro:
    O número de pedágios é alto, seis, então também prepare o bolso: R$ 48,50, o trajeto.
  • De ônibus:
    A Viação Expresso de Prata oferece três horários por dia (7h, 11h20 e 18h30), no valor de R$ 76,20, saindo do Terminal Rodoviário da Barra Funda. A viagem dura 4h.
brotas - mapa


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo