5 primeiras coisas que você deve fazer ao descobrir uma traição

Por Victória Bravo

Lidar com uma infidelidade é algo complexo e que pode afetar profundamente a vida de qualquer pessoa. Pensando nisso, o sexólogo clínico e psicoterapeuta, Robert Weiss, revelou as cinco primeiras atitudes que devemos tomar diante de uma traição:

Confira no artigo traduzido e adaptado do portal Psychology Today:

1. Faça teste para diagnosticar DSTs

Homens e mulheres envolvidos em infidelidade sexual são muitas vezes descuidados quanto a sexo seguro. Assim que você descobrir que foi traído, é preciso ir ao médico para realizar exames de sangue específicos para detectar doenças sexualmente transmissíveis (DST).

2. Pesquise sobre seus direitos legais

Investigar seus direitos legais, mesmo se você pretenda continuar com a pessoa, é fundamental. Os cônjuges traídos devem sempre saber seus direitos em um possível caso de separação, incluindo questões financeiras e de propriedade ou questões parentais se houver filhos.

3. Peça ajuda

Lidar com a infidelidade requer um nível de apoio emocional que está além da experiência de vida da maioria das pessoas e a única maneira saudável de lidar com isso é procurar ajuda de pessoas que entendem o que você está passando – terapeutas, grupos de apoio, família e amigos que já lidaram com traição, etc.

Permanecendo no relacionamento ou não, você precisa (e merece) cuidado, amor e apoio, o que só pode ser encontrado falando sobre o que aconteceu com compaixão e empatia.

Você não deve, no entanto, ser vingativo com isso. Uma coisa é conversar com outras pessoas para pedir apoio, outra bem diferente contar à mãe ou ao chefe do seu parceiro sobre o comportamento indevido.

4. Aprenda tudo o que puder sobre compulsão sexual

Saber mais sobre compulsão sexual ajuda você a entender melhor o infiel e ajuda a tomar decisões mais saudáveis ​​no futuro.

5. Não confie nos seus sentimentos e observações

Se você não se sentir seguro com o seu parceiro, confie na sua intuição. Se você não vê seu parceiro recebendo ajuda contínua sobre seus problemas sexuais – frequentando terapia, por exemplo – não confie que as coisas estão melhorando.

Já se você está comprometido em salvar o relacionamento, a assistência de um terapeuta ajuda a revelar o caminho para que ambos possam saber como lidar com a situação.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo