Tecnologia: Pesquisa analisa a experiência dos usuários de redes 4G em 87 países; Brasil aparece em segundo lugar na América Latina

Por Wellington Botelho

A empresa de análise móvel Opensignal pesquisou a experiência dos usuários de redes 4G em 87 países e revelou dados preocupantes: O serviço de internet móvel está abaixo do esperado.

O estudo, divulgado recentemente, mostrou que o Brasil possui uma boa experiência de download (13 Mbps), mas sua taxa de upload fica abaixo de outros países latino-americanos – 4,5 Mbps contra 4,8 e 5,8 Mbps da Argentina e Chile, respectivamente. Nenhum país do mundo conquistou uma classificação excelente de experiência de vídeo. Confira todos os resultados:

Disponibilidade 4G

Essa métrica mostra a proporção de tempo que o usuário que possui um dispositivo 4G tem essa conexão disponível. A Coreia do Sul é o principal país quando o assunto é disponibilidade da rede 4G, com 97.5% de disponibilidade. Japão e Noruega também figuram na lista como destaque, com 96.3% e 95.5%, respectivamente.

celular internet 4g Brasil ocupa a 50a posição em download / Foto: Sean Gallup/Getty Images

América Latina: a maioria dos países da América Latina obteve uma faixa de 70% a 80% para a disponibilidade de 4G, com apenas Peru e Panamá com pontuações acima de 80%. O Equador obteve uma pontuação abaixo dos 60%. O Brasil está na lista, porém, com uma disponibilidade muito menor, de 72%.

Experiência de vídeo

Essa métrica quantifica a qualidade de vídeo experimentada pelos usuários. As notas vão de 0 a 100. Nenhum mercado conquistou uma classificação excelente de experiência de vídeo. No entanto, a Europa foi a região com melhores classificações.

América Latina: a maioria dos países da América Latina obteve a classificação Fair Video Experience (40-55), com apenas Bolívia, Argentina, México e Paraguai obtendo melhores qualificações. O Brasil, inclusive, também ficou nessa categoria, com 52.1 de nota.

Experiência de velocidade de download

Coreia do Sul foi o único país a alcançar  mais de 50 Mbps de velocidade de download. A maioria dos países pontuam no intervalo de 10 a 20 Mbps. No entanto, esta métrica teve pontuações bem variadas, sendo o menor número o do Iraque, 1.6 Mbps.

América Latina: a região segue o mesmo padrão dos demais países, com uma média entre 10 a 15 Mbps de experiência de download. O México liderou a região com uma velocidade média de 14,9 Mbps, seguido pelo Brasil, em 13,0 Mbps.

Experiência de velocidade de upload

A maior variação entre a velocidade de upload acontece entre os países que estão no top 10.  O país líder, a Dinamarca (15.3 Mbps), e décimo colocado, o Canadá (10.2 Mbps), tiveram mais de 5 Mbps de diferença entre si.

América Latina: na região, o Brasil obteve 4.5 Mbps de velocidade de upload. Nossos vizinhos, Argentina e Chile, ficaram com 4.8 e 5.8 Mbps, respectivamente.

aplicativo cpf celular Fonte: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Experiência de latência

Essa métrica verifica a experiência desde o momento da captura do vídeo até o momento que o streaming é transmitido no dispositivo conectado via 4G.
Nenhum país do mundo analisado consegue chegar a experiência de latência de 30ms, que seria uma média excelente. Em apenas 13 dos 87 países, a pontuação média da experiência de latência é inferior a 40 milissegundos.

América Latina: há apenas um país latino-americano na primeira metade da tabela de classificação de latência: o Chile, que marcou 52,2 ms. Quase todos os outros mercados da região tiveram pontuações pelo menos o dobro do país de menor latência, que é Cingapura, que marcou 30,7ms. O Brasil possui uma experiência de 71,5 ms. Nossa vizinha, Argentina, ficou com 58.9 ms.

Com informações da Opensignal

LEIA TAMBÉM:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo