NASA busca voluntários para missão que estuda gigantesco asteroide Bennu

Por Wellington Botelho

A sonda OSIRIS-REx da Agência Espacial Americana (NASA) está no gigantesco asteroide Bennu desde dezembro de 2018. O equipamento mapeia detalhadamente o objeto espacial, enquanto a equipe procura um local de coleta de amostras.

Um dos maiores desafios desse esforço, é que Bennu tem uma superfície extremamente rochosa e cada pedregulho representa um perigo para a segurança da espaçonave. Para agilizar o processo de seleção, a equipe está solicitando aos cientistas voluntários que desenvolvam um mapa de risco contando pedregulhos.

“Para a segurança da espaçonave, a equipe da missão precisa de um catálogo abrangente de todos os pedregulhos próximos aos locais de coleta de amostras em potencial, e convido os membros do público para ajudar a equipe da missão OSIRIS-REx a realizar essa tarefa essencial”, disse Dante. Lauretta, investigadora principal do projeto.

Para este esforço, a NASA está fazendo uma parceria com o CosmoQuest, um projeto executado fora do Instituto de Ciência Planetária que apoia iniciativas de ciência cidadã.

Voluntários realizarão as mesmas tarefas que os cientistas planetários fazem: medindo os pedregulhos de Bennu e mapeando rochas e crateras, pot meio do uso de uma interface web.

Para ajudar os voluntários, a equipe fornece um tutorial interativo, bem como assistência adicional ao usuário, conforme informações da Agência Espacial. Saiba mais neste link. 

Asteroide Bennu NASA / Goddard / University of Arizona

Fase importante

A campanha de mapeamento do asteroide Bennu continua até 10 de julho deste ano, quando a missão inicia o processo de seleção do site de amostra. Uma vez que os locais primários e secundários sejam selecionados, a espaçonave começará um reconhecimento mais próximo para mapear os dois locais para uma resolução de mais de um centímetro.

Ainda segundo a instituição, a manobra de amostragem Touch-and-Go (TAG) está programada para julho de 2020, e a espaçonave retornará à Terra com carga (amostras do objeto espacial) em setembro de 2023.

LEIA TAMBÉM:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo