NASA fecha acordo com 11 empresas americanas para o envio de astronautas à Lua

Por Wellington Botelho

A Agência Espacial Americana (NASA) selecionou 11 empresas para realizarem estudos e produzirem protótipos para o programa de exploração lunar Artemis.

O esforço ajudará a colocar astronautas americanos – uma mulher e um homem – no polo sul da Lua até 2024. O projeto ambicioso conta com um orçamento de quase 2 bilhões de dólares.

“Para acelerar nosso retorno à Lua, estamos desafiando nossas formas tradicionais de fazer negócios. Vamos simplificar tudo, desde aquisições a parcerias, desenvolvimento de hardware e até operações”, disse Marshall Smith, diretor de programas de exploração lunar da instituição.

As empresas selecionadas estudarão e / ou desenvolverão protótipos durante os próximos seis meses que reduzirão o risco de programação para os elementos de descida, transferência e reabastecimento de um potencial sistema de pouso humano.

O plano proposto pela agência americana é transportar astronautas em um sistema de aterrissagem humana que inclua um elemento de transferência para a jornada desde o portal lunar até a órbita baixa lunar, um elemento de descida para transportá-los à superfície e um elemento de retorno. A agência também está analisando as capacidades de reabastecimento para tornar os sistemas reutilizáveis.

Como o NextSTEP é um programa de parceria público / privado, as empresas devem contribuir com pelo menos 20% do custo total do projeto espacial. Confira as instituições:

  • Aerojet Rocketdyne – Canoga Park, California
  • Blue Origin – Kent, Washington
  • Boeing – Houston
  • Dynetics – Huntsville, Alabama
  • Lockheed Martin – Littleton, Colorado
  • Masten Space Systems – Mojave, California
  • Northrop Grumman Innovation Systems – Dulles, Virginia
  • OrbitBeyond – Edison, New Jersey
  • Sierra Nevada Corporation, Louisville, Colorado, and Madison, Wisconsin
  • SpaceX – Hawthorne, California
  • SSL – Palo Alto, California

"A solicitação formal fornecerá os requisitos para um pouso humano em 2024 e deixará para a indústria dos EUA propor conceitos inovadores, desenvolvimento de hardware e integração", disse Agência Espacial em comunicado.

NASA NASA

 

LEIA TAMBÉM:


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo