Crianças cegas aprendem braille com peças de Lego

Por Metro Jornal

Os mundialmente conhecidos blocos de montar da Lego divertem, há anos, milhares de crianças e adultos no mundo inteiro. Agora, esses brinquedos estão sendo usados na alfabetização de crianças cegas no Brasil.

A Fundação Dorina Nowill para Cegos, em parceria com a Lego Foundation, lançou, no mês passado, o projeto piloto do Lego Braille Bricks. Diferentemente das peças de Lego comum, esses blocos possuem grafias do alfabeto em braille, além de números e símbolos. As crianças aprendem, com os blocos, a formar palavras e montar equações.

“O que uma criança no mundo inteiro gosta de fazer? Brincar. Então, nós queríamos encontrar um brinquedo para colocar o sistema braille”, disse Ika Fleury, presidente do comitê Braille Bricks. “O Lego desenvolve a criatividade e cognição”, afirma.

As crianças aprovam a ideia. “É legal! A gente monta nomes”, conta Monica Júlia, 7 anos, que já usa os blocos na fundação.

O projeto está sendo testado ainda em duas escolas públicas, em Franco da Rocha (Grande SP) e Presidente Bernardes (580 km de SP), com 28 crianças de 4 a 10 anos.

Ika conta que a Lego vai doar os brinquedos, mas o projeto depende da aprovação dos governos estaduais e municipais para que seja usado. “O que precisamos deles é que permitam a capacitação dos professores e a implantação do sistema nas escolas”, diz.

O Lego Braille Bricks será lançado no segundo semestre do ano que vem. Serão entregues 10 mil kits, em regime de comodato, a escolas públicas do país, ainda a serem selecionadas.  


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo