Facebook quer mapear a densidade populacional do mundo

Por Estadão Conteúdo

O Facebook está tentando mapear a densidade populacional do mundo usando inteligência artificial. A rede social publicou nesta terça-feira, 9, em seu blog oficial que o trabalho que começou em 2016 deve incluir quase todas as nações.

Para criar os mapas de densidade populacional, os funcionários do Facebook precisam cruzar imagens de satélites de alta resolução com dados do censo demográfico de cada região. Esta tarefa, por tanto, fica a cargo de algoritmos de inteligência artificial, que já é capaz de identificar edifícios nas imagens analisadas.

O Facebook diz que seus novos sistemas de aprendizado de máquina são mais rápidos e mais precisos do que os anunciados em 2016. À época, a empresa mapeou 22 nações e começou a rastrear o continente africano. Para fazer o trabalho na África, o Facebook contou com a ajuda de pesquisadores do Centro para a Rede Internacional de Informações sobre Ciências da Terra (CIESIN) da Universidade de Columbia.

"Avaliações rigorosas – tanto no terreno como através de imagens de satélite de alta resolução – pelas nossas equipas internas e através de parceiros terceiros confirmaram a precisão sem precedentes do nosso lançamento inicial", disse o Facebook em sua publicação.

Utilidade

Segundo a empresa, os dados construirão mapas que estará disponível gratuitamente para o público em geral nos próximos meses. O Facebook destacou ainda que as informações poderiam ser usadas pelo poder público para evitar desastres e a melhorar as campanhas de vacinação, como já foi usado anteriormente pela Cruz Vermelha.

As informações também têm aplicações comerciais. Quando o projeto foi apresentado, há três anos, a rede social disse que esta era uma forma de "conectar os desconectados", ignorando o discurso atual de apelo humanitário.

À época, o Facebook procurava forma de dar acesso a internet para que mais pessoas usassem suas plataformas. Para isso, fez testes com drones movidos a energia solar e redes de operadoras subsidiadas. O mapeamento da densidade populacional tornaria esses projetos mais efetivos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo