Estudo científico indica que 30 minutos de raiva por dia faz bem à saúde

Por Rodrigo Almeida

Quem imaginou que se irritar todos dos dias pode ser bom para o coração e o cérebro? É o que sugere um estudo científico do Instituto Nacional de Psiquiatria do México.

A pesquisa conduzida pelo neurobiólogo Eduardo Calixto, estudou 60 pessoas e segundo ele “quando nos irritamos, liberamos mais dopamina, um hormônio que estimula o cérebro e promove uma excitação nos neurônios”.

raiva Reprodução/ Pixabay

Segundo o estudo, a raiva ajuda a resolver melhor problemas, aumenta a dopamina, responsável por aumentar batimentos cardíacos, e também a noradrenalina, capaz melhorar a condição física. No entanto, os efeitos podem ser adversos se as pessoas permanecerem em estado de irritação por muito tempo.

De acordo com o neurologista a Clinica Indisa Andrés Gallardo, a irritação é boa em certos níveis, por longos períodos promove a liberação de cortisol, elevando assim em grandes quantidades os níveis de estresse biológico.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo