Facebook promete lutar contra divulgação de imagens íntimas não consensuais

Por Wellington Botelho

O Facebook promete lutar contra a divulgação de imagens íntimas não consensuais. Com isso, a rede social vai tomar novas e importantes medidas.

Atualmente, a política tem sido a de remover imagens íntimas não consensuais (às vezes chamadas de pornografia de vingança) quando são denunciadas.

No entanto, para encontrar esse conteúdo com mais rapidez e melhor suporte às vítimas, “estamos anunciando uma nova tecnologia de detecção e um centro de recursos on-line de ajuda”, revelou.

Encontrar essas imagens vai além da detecção de nudez. Usando o aprendizado de máquina e a inteligência artificial, “podemos agora detectar proativamente imagens seminuas ou vídeos que são compartilhados sem permissão no Facebook e no Instagram”.

Quando identificado,“também desabilitaremos a conta do perfil por compartilhar conteúdo íntimo sem permissão”.

“Depois de receber feedback positivo das vítimas e das organizações de apoio, expandiremos esse piloto nos próximos meses para que mais pessoas possam se beneficiar dessa opção em uma emergência”. O Brasil é um dos focos do projeto.

“Também queremos fazer mais para ajudar as pessoas que foram vítimas desta exploração cruel e destrutiva. Para fazer isso, estamos lançando o ‘ Not Without My Consent’, um hub de suporte em nossa Central de segurança que desenvolvemos juntamente com especialistas”.

LEIA TAMBÉM:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo