Tchau, ressaca! Estas seis dicas ajuda qualquer um a se recuperar do carnaval mais rápido

Por Rodrigo Almeida

Pular carnaval é uma alegria que infelizmente dura pouco. No entanto, a alegria pode ficar de lado no dia seguinte. A festa é marcada por exageros muitas vezes e o final dela pode ser ainda mais complicado.

A ressaca é uma das maiores vilãs do carnaval. Ela chega depois do primeiro dia, no meio da festa ou no final. Ela nada mais é que uma taxa paga pelo nosso corpo por termos exagerado muito na bebida alcoólica, pois a metabolização do álcool é um fardo para o organismo humano.

Neste artigo daremos seis dicas para passar pela ressaca de maneira mais tranquila. Apesar de o texto ajudar, ele não entrega nenhuma cura milagrosa, até mesmo porque isso não existe.

Durma bem (quase)

sono Reprodução/ Pixabay

Todo mundo que tomou um pouco a mais sabe que o álcool nos faz dormir como bêbes. Bom, isso é quase certo. Diversas pesquisas científicas já mostraram que o sono proporcionado pela ressaca é um de péssima qualidade.

Por isso, é normal que você precisa de mais horas que o normal para se recuperar dos danos causados pelo álcool. No documentário disponível na Netflix “A verdade sobre o Álcool” é possível acompanhar um experimento que comprava isso.

Hidrate-se com água e outras bebidas (exceto cerveja)

Tome água assim que levantar para recuperar toda a água perdida durante a bebedeira. Ao menos 500 ml serve para começar. Depois disso é hora de tomar repositores eletrolíticos. Junto com a desidratação o corpo perde minerais essenciais para o funcionamento.

Não tome energéticos. Aqui estamos falando de água de coco, bebidas esportivas que não contenham estimulantes, água com limão e até chupar uma laranja é uma boa. A vitamina C dos cítricos já se mostraram em pesquisas científicas boas medidas contra a dor de cabeça.

Chá faz bem para o estômago

gengibre Reprodução/ Pixabay

Uma das piores coisas é acordar com estômago embrulhado. Para isso alguns chás podem vir bem a calhar. O gengibre é uma raiz ótima para combater as náuseas. Com uma colherada de mel você recebe os benefícios da frutose.

Quando bebemos muito nosso nível de glicose sanguínea cai drasticamente e pesquisas já mostraram que repor o açúcar por meio de frutose é ótimo para retomar o bom funcionamento do organismo.

Coma bem (antes e depois)

Ir de barriga cheia para a bebedeira é o fundamental. No entanto, para tratar a ressaca alguns alimentos ajudam mais que outros. O picles, por exemplo, é uma opção que contém os eletrólitos já mencionados para hidratação.

O espinafre é bom para desintoxicar o fígado, tomates contêm grandes quantidades de vitamina C e potássio, minerais que se esgotam ao final da noite por causa da desidratação. Segundo o CIRSO, Organização de Pesquisa Científica do Governo Australiano, tomar o suco ou ingerir peras antes de beber ajuda a diminuir em até 21% os efeitos da ressaca.

Exercite-se (quando puder)

Exercício físico estimula a liberação de álcool por meio do suor.  Além de ativar a circulação é bom para excretar todo o produto da ressaca. Segundo a nutricionista Jessica Sepel, em artigo para o sítio estrangeiro MindBodyGreen a atividade deve ser intensa e de curta duração.

Cuide do fígado (coma vegetais)

chá

Detox não é sinônimo de vitaminas para emagrecer com uma seleção de ingredientes. Os vegetais podem fazer o serviço e limpar o fígado. Segundo Jessica, os vegetais verdes da família brássica são os mais recomendados.

Dentre eles estão o repolho, couve, couve-flor, brócolis, couve-de-bruxelas são alguns dos vegetais que atuam para desintoxicar o fígado depois de uma noite bem bebida.  Outras opções são a água com limão e bebidas com vinagre de maçã.

LEIA TAMBÉM: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo