Neto do ex-presidente Lula morreu por causa de meningite meningocócica; saiba quais os sintomas do tipo mais letal

Por Rodrigo Almeida

Nesta tarde de sexta-feira, 1, o neto do ex-presidente Lula, morreu em decorrência de meningite meningocócica, causada por uma bactéria que ataca a membrana que reveste o cérebro.

A meningite pode ser viral, bacteriana ou fúngica. Existem vacinas para prevenir a contaminação, mas dependendo do estágio de infecção o tratamento com antibióticos é a única saída.

Segundo o Ministério da Saúde, em 2018, foram registradas 1.072 casos da doença meningocócica no Brasil e 218 mortes.

A infecção meningocócica é a mais perigosa, pois ao cair na corrente sanguínea cria um processo inflamatório levando a queda de pressão e taquicardia.

A contaminação deste tipo de meningite pode ocorrer por vias respiratórias. É a mais perigosa porque tem rápida evolução e é a mais letal. Em alguns casos pode acarretar epidemias.

Sintomas da Meningite Menigocócica

Entre o contágio e o surgimento dos primeiros sintomas pode durar de dois a dez dias. Em algumas ocasiões pode parecer com uma gripe. Confira a lista dos principais sintomas mais frequentes e que anunciam o nível de gravidade.

  • Febre alta
  • Dor de cabeça intensa
  • Rigidez na nuca
  • Vômitos
  • Sonolência
  • Agitação
  • Perda de consciência
  • Agitação, delírio e convulsões
  • Manchas avermelhadas e roxas

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo