A hora em que as pessoas mais costumam 'espiar' o celular do parceiro

Por Victória Bravo

É inegável que muitas pessoas costumam “espiar” o celular do seu parceiro. Pensando nisso, os pesquisadores Kelly Derby, David Knox e Beth Easterling resolveram fazer um estudo sobre o assunto e investigaram 268 estudantes para saber o hábito dos “invasores de privacidade”.

Com um questionário de 42 perguntas, eles descobriram que os companheiros costumam bisbilhotar o celular principalmente enquanto o outro toma banho. Além disso, cerca de dois terços dos entrevistados confessaram dar uma olhada nas mensagens de texto e nas redes sociais.

gif Reprodução / Giphy

Os motivos para este comportamento foram curiosidade e suspeita.  As mulheres, por sua vez, relataram realizar mais “monitoramentos” do que os homens.

Os investigadores também alertaram que a monitorização do comportamento de um parceiro pode ser algo negativo para o relacionamento, pois foi observado que 28% dos relacionamentos em que esta prática era frequente acabaram piorando. Ainda assim 18% das relações conseguiram melhorar mesmo com a “Vigilância” do parceiro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo