Aquilo que realmente excita as mulheres

Por Victória Bravo

Apesar de cada pessoa ter suas próprias peculiaridades, um novo estudo publicado no Journal of Sex & Marital Therapy identificou três fatores específicos que tornam as mulheres mais propensas a ter um maior desejo sexual  no parceiro: “intimidade”, “celebrar a individualidade” e “afirmação como objeto de desejo”.

A pesquisa foi feita com base em entrevistas de 662 mulheres heterossexuais que estavam atualmente em algum tipo de relacionamento – seja um compromisso de longo prazo ou um parceiro sexual casual.

A equipe, liderada pela pesquisadora especialista em sexualidade Sofia Prekatsounaki, constatou que o aumento nos níveis de cada um desses três fatores no relacionamento estava associado à mulher ter mais desejo sexual por seu parceiro.

Confira no artigo com traduções e adaptações do estudo:

Intimidade

Intimidade refere-se a sentimentos de proximidade, profunda participação e afeto por uma pessoa. Este fator geralmente vem acompanhado de “expectativas de compreensão, afirmação e demonstrações de interesse”.

Os pesquisadores também se referiram a uma análise realizada em 2010 pela psicóloga Dra. Kathryn Hall, que apontou que “enquanto os homens tendem a se concentrar no sexo como uma forma de experimentar a intimidade, as mulheres consideram que o desejo e o sexo são mais resultados de uma conexão emocional”.

GIF Reprodução / Giphy

Celebrar a individualidade

Este termo se refere à capacidade de apreciar seu parceiro como alguém “individual” e diferente de você.

Quando você tem um senso de autonomia pessoal em seu relacionamento, em vez de um sentimento de "fusão" ou unidade total, é possível ver seu parceiro como algo excitante e atraente porque é algo que você ainda não entende completamente.

Um estudo realizado em 2010 pelos psicólogos, Dr. Karen Sims e Dr. Marta Meana, sugeriu que essa distância entre duas pessoas pode desencadear o desejo sexual.

“A ligação entre a separação e a construção do desejo é evidente nas visões teóricas que descrevem o desejo como um desejo por algo que não se tem, ou algo que é atualmente inacessível”, portanto, nesta linha de pensamento, a separação é benéfica para o desejo sexual.

GIF Reprodução / We Heart It

Afirmação como objeto de desejo

O estudo descobriu que as mulheres são particularmente influenciadas a ficar excitadas quando sentem que outras pessoas as enxergam como alguém atraente. Este, na verdade,  foi considerado o fator mais importante dos três.

“As mulheres muitas vezes adotam uma abordagem auto erótica, em vez de uma abordagem relacional, durante atividades sexuais com um parceiro”, explicam os pesquisadores. “Isso levou à sugestão de que o desejo feminino pode ser parcialmente narcisista por natureza e que a afirmação (da mulher) como um objeto de desejo pode ser um caminho importante para a excitação nas mulheres”.

No entanto, nem tudo depende do parceiro. Os pesquisadores apontam que a “auto validação” da mulher é o fator realmente importante, mas a confirmação externa pode ser uma maneira eficaz de alimentar esses sentimentos de confiança.

GIF Reprodução / Giphy
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo