Sempre em alerta! Aumentam golpes em aplicativos e sites de namoro

Por Wellington Botelho

Estima-se que até 2023 o número de usuários de serviços de namoro online em todo o mundo será de mais de 328 milhões.  Apesar dos aplicativos de relacionamento serem popularmente utilizados em todo o mundo, ele possuem um lado perigoso, pois são uma porta de entrada para golpes virtuais, conforme revelado pela empresa de segurança ESET.

Modalidades de golpes

Na maioria dos casos, os criminosos estudam os perfis de suas vítimas e coletam informações pessoais, como sua atividade de trabalho, nível de renda ou estilo de vida. Essa coleta de informações é mais fácil devido à superexposição das pessoas em redes sociais e ao gerenciamento inadequado de informações pessoais no ambiente digital, que possibilitam ao cibercriminoso criar um perfil bastante detalhado de um usuário e usar estes dados contra a pessoa.

Sexo Freepik

A modalidade mais comum é manipular emocionalmente a vítima para enviar dinheiro, presentes ou informações pessoais. Outro golpe usual é a sextorção, no qual o criminoso tenta obter fotos ou vídeos íntimos da vítima para depois chantageá-la.

Outro tipo de trapaça habitual é o catfishing, no qual um indivíduo cria um perfil falso para enganar a terceiros. Esse golpe tem finalidades diferentes, seja obter dinheiro, comprometer a vítima de alguma forma ou simplesmente incomodar o usuário.

Golpes relacionados a sites: uma ameaça global

O caso mais conhecido na América Latina ocoreu na Argentina em 2017. Por meio de um golpe no Tinder, um indivíduo contatou a vitima dizendo que procurava um relacionamento sério, mas que vivia a milhares de quilômetros de distância. O criminoso enviou fotos falsas, tiradas da internet, dizendo que era ele e depois pediu o número de telefone da vítima para que se comunicassem fora do aplicativo.

Tinder Reprodução / Getty

Depois de ganhar a confiança da pessoa, o criminoso explicou que enviou um pacote com um presente muito caro, mas que o pacote foi retido na Malásia e que, para liberar a entrega, ele deveria pagar 2000 dólares. Finalmente, ele explica à vítima os passos para realizar a transferência e promete que, quando se encontrarem pessoalmente, ele devolverá o dinheiro. Obviamente, o dinheiro nunca foi devolvido.

"A ESET recomenda ficar alerta, pois a possibilidade de ser vítima de uma fraude é real. Esses golpes podem ocorrer com qualquer um. Ao aceitar que podemos nos tornar vítimas, ficamos mais atentos aos sinais que nos alertam de que algo suspeito pode estar acontecendo. A educação e a conscientização são passos fundamentais para poder desfrutar da internet com segurança”, diz Camilo Gutiérrez, chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET América Latina. Confira algumas recomendações:

  • Se você conhece alguém que depois de alguns contatos começa a expressar sentimentos muito profundos e pede para continuar conversando fora do aplicativo ou site, é importante ter cuidado. O fato de querer sair da plataforma em que se encontraram deve ser suficiente para estar alerta.
  • Suspeitar se você identificar certas inconsistências entre o que o individuo conta e o que você vê nos perfis de mídia social.
  • Se depois de algumas semanas ou meses, a pessoa pedir dinheiro, enviar um presente ou algo semelhante, não envie, especialmente para alguém com quem não tenha se encontrado pessoalmente.
  • Suspeite de alguém que sempre tenha uma desculpa para não te encontrar pessoalmente.
  • Pesquise na web as imagens que você recebeu ou que o individuo usa em sua conta para confirmar que a pessoa é quem diz ser. Desta forma, você pode confirmar se as fotos são legítimas ou se foram retiradas da internet. Você pode usar o Google Images ou o TinEye para isso.
  • Nunca compartilhe com a pessoa que você está conhecendo informações que podem comprometer você, como fotos ou vídeos, especialmente se você não a conhece pessoalmente.

Por último, se você decidir encontrar alguém que tenha conhecido online, avise algum parente ou amigo do local e horário, para que alguém esteja ciente.

Com informações da ESET

LEIA TAMBÉM:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo