4 novas doenças sexuais que poderiam converter-se em ameaças graves para a saúde

Por Rodrigo Almeida

Estas quatro doenças sexualmente transmissíveis estão deixando muitas autoridades médicas preocupadas. Abaixo você pode conferir quais são as doenças que estão se tornando um problema de saúde pública e quais o sintomas delas.

Não se esqueça de fazer sexo sempre protegido e que todo cuidado é importante para se prevenir delas.

Meningococo ou meningite

Pode causar meningite invasiva, infecção mortal no cérebro e nas membranas protetoras da medula espinhal.

Sintomas

  • Febre alta acima de 38º;
  • Forte dor de cabeça;
  • Náuseas e vômitos;
  • Rigidez na nuca, com dificuldade para dobrar o pescoço;
  • Sonolência e cansaço excessivo;
  • Dor nas articulações;
  • Intolerância à luz e ruídos;
  • Manchas roxas na pele.

Mycoplasma genitalium

Uma das menores bactérias que se conhece, apesar de ter sido identificada nos anos 80, hoje em dia ela infecta aproximadamente entre um e dois por cento das pessoas e é especialmente comum em adolescentes e adultos jovens.

Sintomas

  • Dor e ardor ao urinar;
  • Dor ao ter relações íntimas;
  • Dor na região pélvica;
  • Febre.

Shigella Flexneri

Esta doença se transmite por contato direto ou indireto com as fezes humanas, causando cãibras estomacais severas e surtos explosivos de diarreia cheio de sangue e mucosidade.

sintomas

  • Febre;
  • cólicas;
  • diarreia com sangue e muco.

Lingofogranuloma venéreo

Esta doença pode se manifestar produzindo um grão ou ulcera genital temporal e logo invadir o sistema linfático do infectado. É popularmente conhecida como mula.

Sintomas

  • Feridas nós órgãos genitais e outros (pênis, vagina, colo do útero, ânus e boca ), as quais, muitas vezes, não são percebidas e desaparecem sem tratamento.
  • Entre uma a seis semanas após a ferida inicial, surge um inchaço doloroso (caroço ou íngua) na virilha, que, se não for tratado, rompe-se, com a saída de pus.
  • Pode haver sintomas por todo o corpo, como dores nas articulações, febre e mal-estar.
  • Quando não tratada adequadamente, a infecção pode agravar-se, causando elefantíase (acúmulo de linfa no pênis, escroto e vulva).
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo