Seminário FRU.TO: Evento discute problemas, desafios e soluções para alimentar o mundo

Por Metro Jornal

Como alimentar o planeta inteiro? Foi com o objetivo de tentar responder a esta pergunta que os chefs Alex Atala e Felipe Ribenboim, que também é produtor cultural, abriram, em janeiro do ano passado, a primeira edição do seminário FRU.TO – Diálogos do Alimento. Com a chancela do Instituto ATÁ, a edição deste ano, que acontece nos próximos dias 25, 26 e 27 na Unibes Cultural, Atala e Ribenboim levantam novamente o debate.

O evento contará com 30 nomes representativos. Entre os especialistas, estão Atom Sarkar, neurocirurgião estadunidense que estuda a relação entre o cérebro e os alimentos e a memória, Yossi Leshem, ornitólogo de Israel conhecedor do poder de transformação das aves no meio ambiente, e Chido Govera, agricultora do Zimbábue que aprendeu, e agora ensina, o cultivo de cogumelos a partir de resíduos de café e milho.

Nos dois primeiros dias, o evento é exclusivo para convidados, mas dá para acompanhar o conteúdo na íntegra e ao vivo pelo livestream na página oficial do evento: fru.to. Já no último dia do seminário, haverá três rodas de diálogo abertas ao público, que vão debater educação, desperdício e políticas públicas. A estimativa da organização é de que participem, ao todo, 900 pessoas, repetindo o sucesso do ano passado.

Em 2018, ao longo de dois dias intensos de palestras e trocas de ideias, personalidades ligadas aos ramos da gastronomia, gestão pública, sustentabilidade, ação social, ciência e indústria colaboraram com as discussões sobre como transformar o mundo por meio de uma alimentação de qualidade e socialmente benéfica.

À ocasião, a chef Bela Gil defendeu que o problema da fome não seria técnico, e sim político, a neurocientista Suzana Herculano mostrou como o simples fato de cozinhar colaborou para a evolução cerebral dos primatas, a educadora social e gestora pública Rose Mendes pontuou que a alimentação só se tornou um direito social em 2010, e que ainda há diversos problemas que impedem o acesso a uma dieta saudável e justa, como no caso das crianças cuja única refeição diária é a merenda escolar.

Serviço

Unibes Cultural
Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, São Paulo
Tel.: 11 3065-4333
25 e 26/1 (convidados); 27/1 (aberto ao público).

O saber do comer

Gestor do seminário FRU.TO, o Instituto ATÁ é a primeira entidade brasileira a se dedicar exclusivamente à relação do homem com o alimento. A iniciativa reúne um diverso grupo de lideranças da sociedade civil e do segmento empresarial, e procura valorizar e fortalecer o ato de se alimentar como fator integrante da cultura, além da sustentabilidade na produção e no consumo. Saiba mais em institutoata.org.br.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo