Veja 12 coisas curiosas a fazer aprendendo novas línguas

Por Ansa

Aprender um língua estrangeira é uma ótima meta para o começo de ano. A falta de tempo e a preguiça são as "desculpas" mais comuns para adiar o começo dos estudos, apesar de, segundo pesquisa da Universidade da Cidade de Nova York, serem necessários apenas 15 minutos de dedicação por dia para o aprendizado. O estudo testou a eficácia da plataforma de aprendizado de línguas Babbel, popular no mundo dos aplicativos.

   Confira 12 coisas curiosas que se pode fazer após aprender inglês, francês, espanhol e alemão.

    Com o inglês, é possível:

  1. Estudar em Oxford: A universidade foi escolhida a melhor do mundo em 2017, 2018 e 2019 pelo World University Rankings.
  2. Tornar-se uma estrela da música: o inglês é a língua mais cantada do mundo, por isso tem mais ouvintes e vende mais.
  3. Abrir o próprio pub: Desde 1987, o número dos famosos bares britânicos está diminuindo. Talvez seja hora de fazer algo para salvar esta verdadeira "instituição" do Reino Unido.

Com o francês, é possível:

  1.  Ensinar pombos-correio a transportar mensagens: O exército francês mantém esta tradição em Mont Valerién, cidade próxima a Paris. Em caso de catástrofe, em que as comunicações estiverem interrompidas, este seria um meio alternativo de enviar e receber mensagens.
  2.  Trabalhar como sommelier na França e vender a garrafa de vinho mais cara do mundo: uma garrafa de Domaine de la Romanée-Conti custa cerca de 15 mil euros.
  3. Tornar-se um pioneiro no campo do meio-ambiente: Na França existe uma lei que, desde 2016, proíbe o descarte de alimentos pelos supermercados. Eles devem ser doados à caridade.

Com o espanhol, é possível:

  1. Entender o que dizem alguns dos principais campeões do mundo: Messi, Rafael Nadal, Fernando Alonso, Pau Gasol ou Marc Márquez falam a língua espanhola.
  2. Assistir sem legendas algumas das séries entre as mais populares do mundo, como "Narcos".
  3. Viajar por toda a América do Sul sem necessidade de mudar de língua (exceto no Brasil, claro).

 Com o alemão, é possível:

  1. Entender a cultura da cerveja e da "Wurst" (linguiça alemã).
    No país, existem 3,2 mil tipos de cerveja e seis mil rótulos diferentes, além de 1,5 mil tipos de linguiça, que variam de acordo com a região de origem.
  2. Participar dos mais variados cursos: na "Volkshochschule" (escola popular subsidiada a para educação de adultos), é possível aprender de tudo: desde trabalhar com feltro, até cursos de meditação, de outras línguas, teatro e esporte. As instituições também organizam cursos para solteiros sobre como flertar (tudo baseado em métodos científicos, claro). Sem dúvida, é a instituição mais alemã que existe.
  3. Não passar mais tempo sozinho: na Alemanha, existem associações para qualquer coisa: da pesca, ao esporte, dos amantes dos animais aos naturistas. A associação berlinense "Unterwelt" (favelas, em alemão), por exemplo, se dedica apenas a descobrir o mundo subterrâneo de Berlim e até oferece visitas guiadas.
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo