Aumentar os níveis de colesterol bom é a chave para evitar ataques cardíacos?

Por Rodrigo Almeida

Segundo um estudo da Escola de Medicina de Harvard, aumentar os níveis de colesterol bom não tem o mesmo impacto que diminuir a quantidade de colesterol ruim no sangue.

Uma regra fundamental da saúde do coração é que se o LDL (colesterol ruim) for alto, o paciente tem de fazer o possível para baixa-lo. Por um outro lado, muitos médicos recomendam aumentar o nível de HDL (colesterol bom).

O LDL é responsável pelo entupimento das artérias, por isso deve ser evitado. E o seu irmão do bem, o HDL, é responsável por retirar o excesso de células de gordura da corrente sanguínea, diminuindo o risco de doenças cardivaculares.

Pesquisadores revisaram o histórico médico de 116 mil pacientes predispostos a terem mais HDL no sangue. Surpreendentemente, este grupo não teve o risco de doenças do coração reduzido. Esperava-se que aumentando a quantidade de colesterol bom, o risco de doenças cardíacas diminuiria em 13%.

“O estudo sugere que por meio de uma intervenção que visa o aumento de HDL, nós não podemos assumir que o risco de ataque cardíaco vai diminuir”, diz o doutor e pesquisador líder do estudo, Sekar Kathiresan.

Diminuir os níveis de LDL e aumentar os de HDL continua sendo uma ótima forma de prevenção. E isso é possível levando um estilo de vida saudável, praticando exercícios regularmente, comendo uma dieta rica em vegetais e alimentos ricos em gorduras boas.

LEIA TAMBÉM ESSA LISTA DE PROTEÍNAS COM BAIXO TEOR DE COLESTEROL:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo