Hipertensão: confira quais os fatores de risco e previna-se da pressão alta

Por Rodrigo Almeida

Ainda que a pressão alta seja mais comum entre adultos, as crianças também podem estar em risco. A hipertensão é causada em crianças que podem ter problemas nos rins e coração. No entanto, os maus hábitos alimentares, o aumento da obesidade infantil e falta de exercício físico, contribuem para o aumento da condição entre as crianças.

A hipertensão tem vários fatores de risco. Confira abaixo uma lista com os principais:

  • Idade: aumenta à medida que ficamos mais velhos. Entre os homens a partir dos 45 anos, entre as mulheres é mais frequente depois dos 65 anos.
  • Etnia: a pressão alta é mais comum entre negros, pois se apresenta mais cedo do que entre os brancos. As complicações mais graves como acidentes vasculares cerebrais (AVC), ataque do coração e insuficiência reanl também são mais comuns entre os negros.
  • Antecedentes familiares: a hipertensão tende apresentar a ser passada entre gerações.
  • Sobrepeso e obesidade: quanto maior o peso, mais sangue é necessário para suprir os tecidos com oxigênio e nutrientes. Ao aumentar o volume de sangue que circula pelo organismo mais pressão é feita sobre os vasos sanguíneos.
  • Não fazer exercícios: as pessoas sedentárias tendem a ter uma frequência cardíaca mais elevada. Quanto mais rápidos os batimentos, mais o coração trabalha a cada contração, e mais esforço é feito pelas artérias. Esse também é um precursor da obesidade.
  • Consumir produtos que contêm tabaco: fumar cigarros ou narguilé e mascar fumo pode aumentar a pressão imediatamente, mas não só isso, as substâncias presentes também podem danificar o tecido e as paredes das artérias.
  • Muito sal na dieta: comer muito sal pode causar retenção de líquidos, e isso aumenta a pressão.
  • Falta de potássio: o potássio é um nutriente que ajuda a equilibrar a quantidade de sódio nas células. Se não o consome suficientemente, pode causara aumento de sódio no sangue e da pressão.
  • Deficiência de vitamina D: a vitamina D pode afetar uma enzima produzida elos rins que afetam a pressão arterial.
  • Tomar muito álcool: tomar álcool em excesso pode danificar o coração. Mais de dois copos por dia para os homens e um para as mulheres podem contribuir para a hipertensão.
  • Estresse: altos níveis de estresse podem provocar um aumento temporário na pressão arterial. Tome cuidado com álcool e tabaco como formas de alívio pois eles  podem agravar o problema.
  • Transtornos crônicos: doenças renais, diabetes e apneia do sono são algumas doenças que podem desenvolver hipertensão.
  • Gravidez: em alguns casos a gravidez contribui para a pressão elevada.
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo