Os sinais que revelam se você está realmente apaixonado pelo seu parceiro

Por Victória Bravo

O psicólogo da Universidade de Stony Brook, K. Daniel O'Leary e sua equipe de pesquisa fizeram descobertas surpreendentes após estudar especialistas em psicologia casados por 10 anos ou mais.

Nesta pesquisa, eles buscavam encontrar os principais vínculos que unem os relacionamentos de longo prazo e descobrir os sinais que indicam que o amor ainda permanece vivo.

Confira quais são:

Pensa positivamente no seu parceiro.

Ter pensamentos positivos sobre o seu parceiro significa que você se concentra no bem, não no mal, nas qualidades pessoais e no caráter do seu parceiro.

Refletir sobre as coisas que o incomodam, só pode levam a ampliar as pequenas fraquezas que tornarão seu parceiro ainda mais irritante. Pessoas em bons relacionamentos se envolvem em uma "anulação de sentimentos", o que significa que eles se lembram de experiências mais favoráveis ​​do que as desfavoráveis ​​que compartilharam.

Dificuldade em se concentrar em outras coisas que não sejam pensar no seu parceiro.

Se você puder deixar de lado seus pensamentos sobre seu parceiro sem muito esforço, isso sugere que seu parceiro ocupa apenas uma pequena quantidade de carga cognitiva. No estudo de O'Leary, esse fator foi particularmente importante para os homens.

Pensa em seu parceiro quando está longe.

Quando você deixa o seu parceiro por um período prolongado de tempo, você se esquece da existência dele? Se for assim, isso pode ser um sinal de que você não está tão apaixonado. Você não precisa gastar cada segundo pensando no outro, mas o fato de o seu parceiro não estar lá deve, pelo menos, passar por sua mente durante o curso do dia.

Gif Reprodução / Giphy

Desfrutar de atividades inovadoras e desafiadoras juntos.

Passar tempo juntos é importante, mas é como você gasta seu tempo influencia ainda mais a satisfação do seu relacionamento.

Os casais podem melhorar seu amor mútuo quando passam tempo juntos explorando atividades novas e desafiadoras, como aproveitar interesses pessoais ou hobbies.

Passar tempo juntos.

Se você ama alguém, quer estar com essa pessoa. Até mesmo passar tempo juntos em atividades domésticas cotidianas pode melhorar a intensidade do seu amor.

Expressar afeição.

Sentir amor pelo parceiro é fundamental, mas também é importante expressá-lo de maneira física. O afeto que você mostra não precisa ser elaborado: a simples vontade detocar seu ombro ou um beijar na bochecha é suficiente para desenvolver a intensidade do seu relacionamento.

Reagir ao toque do seu parceiro.

Esses pequenos toques de afeição podem não apenas aumentar sua conexão emocional com seu parceiro, mas também podem alimentar a vida sexual.

Os entrevistados que relataram o amor mais intenso por seu parceiro no estudo de O'Leary disseram sentir que seus corpos reagiam quando o parceiro os tocava.

gif Reprodução / Giphy

Frequência das relações sexuais.

As pessoas apaixonadas são mais propensas a fazer sexo umas com as outras regularmente. No entanto, o estudo de O'Leary mostrou que parte da razão para a associação positiva entre sexo e amor é que as pessoas que são mais felizes em seus relacionamentos amam mais seus parceiros e fazem sexo com mais frequência.

Seja qual for a causa, o ponto é que a atividade sexual constrói e mantém sentimentos de amor e até de felicidade que perduram com o tempo.

Em geral, você se sente feliz.

As pessoas que se sentem mais felizes com a vida também têm sentimentos de amor mais fortes em relação a seus parceiros.

Nós não podemos determinar se as pessoas que estão apaixonadas se sentem mais felizes ou vice-versa a partir dos dados da pesquisa no estudo de O'Leary (e a descoberta foi mais verdadeira em mulheres do que em homens).

No entanto, a descoberta sugere que, se você sentir desconforto pessoal, isso pode fazer com que seu relacionamento sofra e fique abalado. Da mesma forma, se o seu relacionamento estiver com problemas, sua felicidade pessoal também sofrerá.

De qualquer forma, é importante procurar ajuda antes que esses efeitos negativos afetem sua saúde.

Ter uma forte paixão pela vida.

Pessoas que vivem com entusiasmo e fortes emoções parecem trazer também esses sentimentos intensos à sua vida amorosa.

Se você quer que seu relacionamento tenha paixão, coloque essa energia emocional em seus hobbies, interesses e até mesmo em suas atividades políticas.

Os centros de recompensa do seu cérebro respondem de forma semelhante ao amor e se empolgam com seus outros interesses diários.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo