Para que serve a vacina do HPV? Tire suas dúvidas sobre o vírus

Por Rodrigo Almeida

O HPV é um vírus sexualmente transmissível que pode levar ao surgimento de verrugas genitais, câncer de colo de útero, cervical, vagina, pênis e ânus.

Existem mais de 100 tipos de HPV, no entanto os mais graves são responsáveis por 99% dos caso de câncer de colo de útero.

Segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde 54% dos jovens entre 15 e 26 anos são portadores do Papilomavírus Humano (HPV).

A vacina utilizada no Brasil é a quadrivalente. Isso significa que ela protege contra o vírus HPV 6, 11, 16 e 18. Confira algumas das perguntas mais frequentes sobre o assunto.

Quantas doses são necessárias para a imunização?

O indivíduo deve tomar duas doses da vacina com intervalos de 6 meses entre uma e outra. Não é garantida a imunização por causa da ampla variedade de vírus existente.

infantil

Qual a faixa etária compreendida pela campanha?

Todas as pessoas entre 9 e 26 anos podem se vacinar e quem não está na faixa também pode se beneficiar da campanha. Consulte um médico ou enfermeiro sobre o assunto.

Se tenho o vírus, posso utilizar a vacina como tratamento?

A vacinação contra o HPV não é uma forma de tratamento de sintomas. Um médico deve ser consultado, pois existem mais de 100 variedades do vírus. A vacina pode ajudar a se proteger de outros tipos.

Mesmo vacinado o paciente deve seguir com exames de rotina relativos ao HPV. Não são todos os tipos de vírus cancerígenos prevenidos pela vacina.

Vacinar uma criança contra uma DST induz atividade sexual?

infantil Reprodução/ Pixabay

Muitos pais não levam os filhos para vacinar por medo de estimularem a iniciação sexual das crianças. Não existe nenhum indício disso. A faixa etária é pensada para imunizar indivíduos que ainda não são sexualmente ativos.

A campanha  de vacinação está acontecendo em todo o Brasil e as vacinas podem ser tomadas em qualquer unidade básica de saúde.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo