Confira dicas valiosas antes de presentear seu filho com um animal de estimação

Por Metro Jornal

Saber o perfil de quem vai ganhar um bichinho é essencial para acertar na escolha. Isso porque aves, cachorros, gatos, peixes ou roedores também são tão fofinhos quanto cheios de diferenças. A veterinária Karla Marques, da rede Petz, orienta sobre alguns critérios bem importantes para que a alegria seja certeira neste Dia das Crianças.

“É preciso saber a disponibilidade da pessoa que ganhará o pet de estar com o animal, a faixa etária também é importante, pois alguns bichinhos demandam uma maturidade maior para saber lidar com eles”, explica a veterinária.

E preste atenção! Os campeões de alergia são os pêlos de felinos e roedores. Antes de escolher um animal de estimação para acompanhar os filhos, é importante se certificar de que eles não têm alergias, em especial, ao pelo desses animais.

Cães

  • Para crianças pequenas, de até dois anos, cachorros como os shih tzu são os mais recomendados por causa do temperamento brincalhão e tamanho reduzido. São recomendados para essa faixa etária cachorros pequenos e não os minis, uma vez que nesta idade eles acabam sendo manuseados e apertados com mais frequência.
  • Se a criança já for um pouco maior, é possível pensar em raças maiores, como o bulldog francês ou o pastor de shetland. Além de brincalhões e companheiros, essas raças também latem pouco, o que ajuda em casos de vizinhos reclamões.
  • Para maiores de doze anos, os retrievers são uma boa opção: dóceis e amorosos, eles adoram brincar. Raças como o labrador ou o golden precisam de espaço mas fazem ótimos companheiros até o fim.
Cachorro Pexels

Gatos

  • São companheiros desde sempre. Por serem mais independentes, eles resistem melhor a longos tempos longe do dono, mas isso não quer dizer que são menos amáveis.
Gato Pexels

Aves

  • Não são todas as aves que são apropriadas para os pequenos, mas as calopsitas acabam se adaptando melhor à vida fora da gaiola. Desde que haja a contenção do voo e o amansamento, elas conseguem reconhecer assobios e acompanham o dono em diversas atividades.
Ave pássaro Pexels

Roedores

  • Entre os roedores é importante ter em mente qual será a finalidade do bichinho de estimação. Os hamsters são menores e mais frágeis, por isso acabam passando quase o tempo todo na gaiola e são recomendados para crianças maiores.
  • Outra opção são os ratinhos twister, que além de não transmitirem doenças, podem ser educados como se fossem cães. Além de acompanhar o dono, eles ainda adoram um cafuné.
  • Os coelhos também são bons companheiros. Em comportamento, se assemelham aos gatos: são amáveis e independentes. Assim como outros roedores, é bom se atentar à idade recomendada: para crianças a partir de cinco anos.
Hamster Pexels

Peixes

  • Ter um aquário pode ser um bom exercício de responsabilidade: as crianças que quiserem um peixe podem se envolver desde a troca de água e limpeza do tanque até a alimentação periódica. Nesse sentido, os bettas são os peixes mais indicados, seja pelo encanto das barbatanas, ou pela facilidade de mantê-los.
Peixe Pexels
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo