Sol, sombra e coco fresco: Natal é opção para férias, de janeiro a janeiro

Por Lara de Novelli

Com praias, dunas, lagoas naturais, falésias, sol e calor, Natal é um destino interessante em qualquer época do ano. E esqueça aquela imagem de que viagens ao nordeste significam barulho, bagunça e apenas forró, suor e cerveja. A capital do Rio Grande do Norte também pode oferecer opções mais  charmosas, mas não menos divertidas, do que o tradicional esquibunda, que, claro, também é imperdível.

Leia mais:
Neymar admite ter ‘exagerado’ na Copa em depoimento para vídeo de patrocinador
Comida di Buteco: Bar de Campinas é eleito o melhor do Brasil

Dá para fazer tudo num bem bolado interessante. Então vamos começar pelo começo, que é mesmo aproveitar a praia em Natal. Uma boa opção é ficar na própria via Costeira. Há várias opções para hospedagem. A reportagem viajou a convite do Wish, hotel que foi construído nos anos 1980 e desde dezembro de 2017 é administrado pelo grupo GPJ Hotéis e Resorts. Com acesso à praia, com salva-vidas, e uma vista realmente privilegiada, está apostando no conforto, cuidado e mimos aos hóspedes como diferencial. Aproveite a praia enquanto a maré deixa! Quando sobe, a faixa de areia praticamente some, mas dá para curtir um jazz, MPB ou lounge na piscina com vista para o mar.

Natal Rio Grande do Norte Divulgação

Mas, nada de ficar só de preguiça no hotel. Estando em Natal, vale sim fazer o tradicional passeio de buggy. Vá com roupas confortáveis e de banho, e muito protetor solar, mesmo que o sol não esteja rachando. Em aproximadamente sete horas, o buggy passa pelas praias de Redinha, Santa Rita, Barra do Rio, Graçandu, Pitangui, até chegar a Jacumã, mas não antes de passar pelas famosas e emocionantes dunas de Genipabu – sim, é lá a parte do passeio “com emoção”, quando parece que o carro vai virar a cada manobra – e parando em três grandes lagoas naturais. O buggy leva até quatro pessoas, por R$ 440. Tíquetes para passeio de dromedário, esquibunda e aerobunda não estão inclusos.

Tire um dia para ir ao município de Tibau do Sul, a 75 km da capital, onde fica a famosa praia de Pipa, com suas falésias. Mas programe-se para explorar melhor a região. Além de Pipa e da também famosa Praia do Amor, é interessante arriar as mochilas na Ponta do Pirambú, um recanto com acesso à praia para aproveitar a vista, relaxar na piscina, petiscar e  beber, a 7 km de Pipa. Day use, com serviços como armários, chuveiros e uso liberado da piscina, funciona das 9h às 17h. Eles cobram uma consumação mínima de R$ 60 de segunda a quinta,
e R$ 80 de sexta a domingo.

Se não quiser uma parada tão elaborada, pode espiar a Praia do Amor do Chapadão, um platô onde vez ou outra até se pode presenciar um pedido apaixonado de casamento, que fica a 200 degraus (para baixo) da praia. Muitos apreciam lá de cima mesmo, poucos se arriscam a conferir o coração que a praia desenha de perto, exatamente para não precisar, depois de molhar os pés, subir os 200 degraus íngremes que separam a praia do Chapadão. Faça a sua escolha! Se der fome, o restaurante Amô fica ao lado, com pratos que servem dois a partir de R$ 100.

Natal Rio Grande do Norte Divulgação

Vá, mas volte!

Há mais para aproveitar em Tibau do Sul. Se ainda for cedo, dá para encarar um passeio de barco pela Lagoa de Guaraíras. O próprio pessoal do barco se encarrega de contar as histórias sobre o local, de como o canal se formou, sobre os caranguejos da região e pesca das ostras. Se tiver sorte, dá até para ver golfinhos. E o pôr do sol, visto da lagoa, é lindo. O passeio completo dura seis horas, com almoço, tempo para mergulho, drinques a bordo e sai a R$ 210 por pessoa. Dá para negociar uma versão mais curta, de duas horas.

E como voltar é tão bom quanto ir, se for sábado, o Wish oferece um sunset na piscina para os hóspedes com DJ, comidinhas e drinques. Se jogue nos de frutas locais, são deliciosos. Mas sem abusar, porque o destino oferece muitas outras opções de passeios. Ainda falta comprar lembrancinhas no Shopping do Artesanato Potiguar, comer camarão e feijão verde nos restaurantes locais, passear no bairro Ponta Negra, conhecer o centro da cidade, para quem gosta de futebol, também tem a Arena Dunas. Opções não faltam. E, sempre que der sede, o coco gelado nas ruas é vendido a R$ 1.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo