Pesquisa indica que beber com moderação é mais saudável do que não beber nada

Por Metro Jornal

"Eu bebo sim, estou vivendo. Tem gente que não bebe está morrendo". O famoso refrão eternizado por Elza Soares agora tem até embasamento científico. Uma pesquisa do Instituto Finlandês de Saúde Ocupacional mostrou que quem não bebm tem mais chances de ficar doente e faltar no trabalho do que quem bebe com moderação.

Segundo o estudo, o segredo é fugir dos extremos. Ou seja, tanto beber demais quanto não beber nada pode aumentar as ocorrências de doenças e, consequentemente, prejudicar o desempenho de um funcionário.

O levantamento mostrou que quem não bebe está 50% mais propenso a faltar no trabalho por causa de algum problema relacionado à saúde mental. Além disso, os que não bebem podem apresentar também distúrbios digestivos, problemas respiratórios e lesões musculares. No entanto, o estudo não levou em conta o risco de câncer e de mortes prematuras vinculados ao álcool.

O levantamento foi feito na Finlândia, no Reino Unido e na França com 47.520 pessoas entre 1985 e 2004.

Os cientistas estimaram que uma medida segura seria tomar 15 taças de vinho por semana para os homens e de 7 a 8 taças para mulheres.

O estudo ainda faz uma importante ressalva:  pode ser que pessoas que não bebem tenham alguma doença que as impeça de consumir álcool e, ao mesmo tempo, as faça faltar no trabalho.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo