Não fique gripado neste inverno!

Além da vacina, cuidados simples podem ajudar a não ficar doente na estação mais fria do ano

Por Metro Jornal

O inverno está próximo. Hora de redobrar cuidados com a saúde. Temperaturas baixas criam o ambiente ideal para pegar aquele gripão.

No frio, o muco do nariz, que coleta bactérias, vírus, fungos e poluição, é eliminado mais lentamente, e isso dá tempo para os agentes estranhos atuarem e, eventualmente, fazerem um estrago considerável, principalmente se encontrarem as defesas do organismo em baixa.

Outro problema são os ambientes fechados sem muita circulação de ar, que também aumentam as chances de contaminação.

Vacinas
Existem diversas variedades de vírus que podem causar a gripe. Desde o H1N1, tipo mais agressivo, que pode causar até pneumonia, ao H3N2, cuja circulação tem aumentado no Brasil.

E a vacina protege contra a maioria deles – e não provoca gripe, como algumas pessoas acreditam. As contra-indicações são para casos específicos. Não é indicada, por exemplo, para quem já teve alguma reação ou também quem tenha doenças graves de imunossupressão.

De acordo com o otorrinolaringologista Jamal Azzam, “o medo de tomar a vacina tem a ver com esse mito de que pode levar à gripe, mas isso não é real”. Segundo ele, é possível sentir um mal-estar, mas é só uma reação do corpo aos agentes imunizantes. “Todas as pessoas devem se vacinar”, afirma o médico.

Quando ir ao médico
De acordo com o pneumologista Osmar Moretto, “gripe nem sempre requer visita ao médico”.

Ir ao pronto-socorro sem precisar pode ser um passeio arriscado, uma vez que sobrecarrega o sistema de atendimento e há o risco de se contaminar durante essa época do ano.

Evite se não estiver com falta de ar, forte mal-estar ou febre acima de 39º, que não baixa com os remédios antitérmicos.

 

Gripe arte

 

O que é o que
As doenças mais frequentes nessa época do ano são, em geral, muito parecidas, veja como diferenciá-las.

Gripe

  • Causada por diversos tipos de vírus.
  • Os sintomas podem incluir febre, nariz congestionado, dor no corpo e de cabeça, além de abatimento.

Rinite

  • Alergia que se desenvolve dentro do nariz em resposta a corpos que o organismo entende como problemáticos.
  • Os sintomas são espirros, coceira, nariz congestionado e coriza transparente.

Sinusite

  • Infecção causada por bactérias
  • Os sintomas são febre, dor de cabeça e secreção nasal espessa, com aparência amarelada, esverdeada ou até misturada com sangue.
  • Neste  caso, a recomendação é procurar um médico, pois o tratamento requer uso de antibióticos.


Já está gripado?

Recomendações ajudam a aliviar os sintomas. Veja a seguir.

  1. Hidratação é essencial: beba bastante líquido, muita água, suco, chá, use soro fisiológico para umedecer o nariz e, se for preciso, inalações e umidificadores de ar ajudam a eliminar a secreção mais fácil.

  2. Alimentação balanceada e colorida. Para isso vale de tudo, inclusive uma boa canja.

  3. Entre os antitérmicos, o mais indicado é a dipirona, pois não tem contraindicações em caso de suspeita de dengue.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo