Alunos criam sacolas plásticas comestíveis

Por Wellington Botelho

Alunos de química da Universidade Autônomade Querétaro, no México, criaram uma novidade que pode ajudar o meio ambiente. "Boltsiri", como é conhecido o protótipo, é uma sacola comestível feita com sabugo de milho.

Além de poder ser ingerida, o material degrada em apenas dois anos. O objetivo é diminuir o uso de sacolas convencionais que geram um grande problema ambiental.

Com a novidade, os estudantes também buscam conseguir prêmios de reconhecimento em inovação. O desenvolvimento do projeto continua.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo