Lindas, coloridas e duradouras, orquídeas são uma boa opção de presente no Dia das Mães

Por Metro Jornal

Ainda não comprou o presente da sua mãe? Nada de chegar de mãos vazias, eim! E que tal surpreendê-la com algo para lá de especial e que desperte beleza? Lindas, elegantes e duradouras, as orquídeas são uma boa opção.

Muitos pensam que as orquídeas morrem quando as flores caem. Mas, esta é apenas uma fase de um ciclo de dormência. As orquídeas voltarão a florir e, se bem cuidadas, podem durar muitos anos.

Curiosidades como esta fazem das orquídeas as plantas mais comercializadas no país. Se essa for a sua opção neste Dia das Mães, veja algumas dicas do especialista em orquídeas Almir Barbin e do produtor Peter Vander Geest, da empresa Área Verde, para que o seu presente deixe a casa dela bem linda e florida.

Um mundo de orquídeas
Existem muitas espécies, cerca de 35 mil, com mais de mil gêneros e inúmeras variedades híbridas, mas a grande maioria não é comercializada. Phalaenopsis, Denphal, Cymbidium, Cattleya, Vanda Coerulea e Oncidium estão entre as mais populares e indicadas para cultivo.

Podem ser cultivadas em ambientes diversos: 

Dentro de casa
Precisa ser um local com iluminação, perto de uma janela, por exemplo, onde não receba luz solar direta, ou, se pegar sol, que seja pela manhã ou no final da tarde, quando não está mais tão forte e vem acompanhado de ventilação.

Fora de casa
Podem ficar em varandas ou penduradas. Florescem uma vez por ano, mas há espécies, como a Vanda, que podem chegar a quatro floradas anuais.

Preços
Valores variam muito, dependendo da espécie. Por exemplo, a Vanda Coerulea começa a florir a partir de cinco anos e tem cores exclusivas, tonalidades diferentes, por isso |é umas das mais queridinhas. E, lógico, mais cara que as outras. Em algumas épocas do ano, florescem naturalmente, isso aumenta o volume de oferta em mercados e faz o preço cair, em outros períodos, porém, quando a quantidade de produtos é menor o preço se eleva.

Cuidados básicos
Orquídeas não gostam de luz solar diretamente nelas, o mais indicado é recriar seu ambiente natural, que seria embaixo da copa das árvores. Água é bom, claro, elas gostam, mas cuidado com excessos, por isso o segredo é um substrato bem drenado e uma adubação simples, mas regular. E não precisa regar diariamente, com exceção da Vanda, espécie que não tem substrato. Ela fica pendurada em cesto vazado, por isso pode ser molhada com frequência, sem risco da raíz apodrecer por excesso de água.

Vaso
Observe as raízes, quando não tiverem mais espaço para crescerem é hora de trocar  de vaso.

Decoração
Charme garantido em vasos de vidro, cerâmica ou penduradas, em uma árvore, mas, neste caso, prefira as de casca grossa, flamboyant, ipê, cambará  e paineira. Também funcionam bem quando usadas em arranjos, somente com as flores, em buquês para casamentos, por exemplo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo