Autista é expulsa de cinema por rir alto demais

Por Estadão Conteúdo

Uma mulher com síndrome de Asperger, transtorno do espectro autista, foi expulsa de uma sala de cinema em Londres, na Inglaterra, por rir alto demais. O caso aconteceu na noite do último domingo, 29, quando Tamsin Parker comemorava seu aniversário de 25 anos.

Segundo Lydia Parker, sua mãe, ela assistia ao filme "O Bom, o Mau e o Vilão" em um cinema do British Film Institute com dois amigos, quando funcionários do cinema a expulsaram do local

"Minha filha disse que tinha autismo e um homem respondeu que ela era retardada. Outro homem a xingou e foi expulso da sala depois que ela já tinha saído", disse Lydia ao "The Guardian". Ela foi buscar a filha e a encontrou assustada e chorando muito.

Lloyd Shepherd, um dos espectadores que estavam na sala de cinema quando a cena aconteceu, disse que algumas pessoas aplaudiram a expulsão de Tamsin, enquanto outras ficaram indignadas.

"Eu estou tremendo de raiva. Pobre mulher. Um pouco de empatia e tudo teria ocorrido bem. Isso tudo foi pura intolerância, muito nojento", disse Lloyd.

Por meio de nota, o British Film Institute disse que estão levando essa situação "extremamente a sério" e já investigam o caso. "Nós podemos e devemos melhorar a recepção aos nossos clientes e vamos tomar todas as medidas cabíveis e os treinamentos possíveis".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo